1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

MARCELO DE MORAES participa da cobertura de política e economia em Brasília desde 1993. Atualmente é o diretor da sucursal de O Estado de S.Paulo na capital, tendo trabalhado em outros importantes veículos de comunicação do País, como O Globo, Veja, Jornal do Brasil, Valor Econômico, Correio Braziliense, entre outros.
quarta-feira 26/11/14 11:21

Eduarda La Rocque poderá ser a primeira mulher a ocupar a Secretaria do Tesouro

Eduarda La Rocque na caminha pelo clima, em Nova York em foto publicada na página da economista no Facebook

[caption id="attachment_667" align="alignnone" width="300"]Eduarda La Rocque na caminhada pelo clima, em Nova York em foto publicada na página da economista no Facebook Eduarda La Rocque na caminhada pelo clima, em Nova York em foto publicada na página da economista no Facebook[/caption] Depois de escolher Joaquim Levy para comandar o Ministério da Fazenda durante seu segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff poderá ter, pela primeira vez, uma mulher ocupando um cargo estratégico na equipe ...

Ler post
segunda-feira 24/11/14 11:29

Carlos Guedes deve ir para Desenvolvimento Agrário e Rossetto para Secretaria Geral

Mesmo sem anunciar nenhum nome oficialmente, a presidente Dilma Rousseff segue avançando na montagem de sua equipe ministerial para o segundo mandato. Depois de escolher Joaquim Levy para a Fazenda, Nelson Barbosa para o Planejamento, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) para o Desenvolvimento, Indústria e Comércio, e a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) para a Agricultura, a presidente já tem praticamente definidas mais duas escolhas. O atual ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, será deslocado para a Secretaria Geral da Presidência ...

Ler post
sexta-feira 21/11/14 16:34

Governo adia anúncio de novos ministros, mas Levy deve assumir Fazenda

A presidente Dilma Rousseff deverá anunciar o ex-secretário do Tesouro Joaquim Levy como próximo ministro da Fazenda e Nelson Barbosa no Planejamento. Mas o anúncio vai esperar possivelmente até segunda-feira. Dilma não fechou todos os detalhes de suas amarrações e decidiu que isso não será mais feito hoje. A informação do adiamento foi confirmada pela Secretaria de Comunicação do governo.

Ler post
sexta-feira 21/11/14 15:24

Senador Armando Monteiro deve assumir Desenvolvimento, Indústria e Comércio

Derrotado na disputa pelo governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro (PTB-PE) deverá ser o próximo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Ele se reuniu nessa sexta-feira com a presidente Dilma Rousseff para acertar sua entrada no governo na pasta que foi comandada pelo governador eleito de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e está sendo ocupada atualmente por Mauro Borges.

Ex-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Monteiro ajuda a somar credbilidade ao governo de Dilma. Ligado diretamente ao setor produtivo, ele poderá ajudar a presidente a melhorar seu relacionamento com o empresariado e tentar melhorar a condução da política econômica. Com números medíocres, a economia do País patinou em 2014 e Dilma sabe que é crucial garantir algum tipo de crescimento no próximo ano.

Na última eleição, Armando Monteiro deixou clara sua afinidade com o governo federal ao ser escolhido como candidato ao governo pernambucano, pelo PTB, com apoio do PT nacional e local. Tanto Dilma como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participaram diretamente de sua campanha. Apesar disso, foi derrotado por Paulo Câmara (PSB), candidato escolhido pelo falecido governador Eduardo Campos e que teve a seu favor todo o apelo emocional provocado pela morte do ex-candidato à Presidência.

Agora, à frente da pasta, Armando pode trazer o peso empresarial para dentro do governo. Esse é justamente hoje uma das principais áreas de resistência à administração petista.

Além disso, colabora na atração de parlamentares do PTB de volta para a base governista, já que o partido acabou apoiando formalmente a campanha do senador Aécio Neves (PSDB) ao Planalto. A ideia é contar com o apoio dos parlamentares petebistas, mesmo que a direção nacional siga afastada do governo.

 

Ler post
sexta-feira 21/11/14 10:30

Dilma discute se próximo ministro da Fazenda será Barbosa ou Levy

A presidente Dilma Rousseff continua discutindo com seus principais interlocutores qual solução dará para sua equipe econômica. Pela manhã, se reuniu no Palácio do Alvorada com o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, e recebeu também o ainda ministro da Fazenda, Guido Mantega para decidir quem será seu próximo ministro da Fazenda. Depois de várias conversas ontem em São Paulo, a escolha se afunilou em torno de dois nomes: o ex-secretário executivo do Ministério da Fazenda Nelson Barbosa e o ex-secretário ...

Ler post
quinta-feira 20/11/14 13:24

Conselheiro de Lula e amigo de Dilma, ex-ministro apagava incêndios no governo

No fim de 2002, quando foi convidado pelo então presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva para assumir o primeiro Ministério da Justiça de um governo petista, Márcio Thomaz Bastos esperava desafios importantes. Mas, certamente, não imaginava que assumiria, a partir dali, o papel de conselheiro especial de Lula e a função de uma espécie de decano a ser consultado sempre que situações complicadas surgissem. Mesmo depois de deixar o governo, a amizade que tinha desenvolvido com Lula também já tinha se ampliado ...

Ler post
terça-feira 11/11/14 11:38

Em recado duro, Marta Suplicy deixa Cultura pedindo resgate da ‘confiança’ na economia

Na difícil temporada de reformulação de sua equipe ministerial para o segundo mandato, a presidente Dilma Rousseff acaba de receber um ingrediente extra para ampliar suas dificuldades. Na sua carta de demissão, entregue hoje ao governo, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, deixou o cargo cobrando o resgate da "credibilidade e confiança" na escolha da próxima equipe econômica. O conteúdo da carta, revelado pelo Blog da Sonia Racy, mostra uma Marta Suplicy disposta a reassumir sua cadeira no Senado com um ...

Ler post
segunda-feira 10/11/14 16:07

Dilma terá reunião bilateral com Obama durante G-20

A reunião do G-20 na Austrália, essa semana, trará um componente extra para o governo brasileiro. Está confirmada a realização de agenda bilateral da presidente Dilma Rousseff com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Embora tenham conversado por telefone e até se encontrado em outras reuniões internacionais, como na última assembleia da ONU, nos Estados Unidos, essa será a primeira reunião formal com os líderes dos dois países desde a crise diplomática provocada pela espionagem americana no Brasil. Na prática, ...

Ler post
terça-feira 04/11/14 11:38

Aécio retorna ao Senado e tenta consolidar papel de líder da oposição

Os mais de 50 milhões de votos recebidos no segundo turno da disputa presidencial qualificaram o senador tucano Aécio Neves (PSDB) como o principal nome da oposição nesse momento. Segundo seus principais interlocutores, o desafio, agora é não desperdiçar esse patrimônio político e mantê-lo forte pelos próximos quatro anos. O plano, obviamente, é fazer com que Aécio chegue fortalecido na disputa presidencial de 2018, quando Dilma Rousseff não poderá mais concorrer à reeleição, mas o PT deverá ter como candidato ...

Ler post