1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Paulinho diz que ‘vai com o capeta’, mas não apoia Russomanno

Julia Duailibi

04 outubro 2012 | 17:54

Com Fernando Gallo

Com 1% nas pesquisas de intenção de voto, o candidato Paulinho da Força (PDT) diz que fará uma reunião com a Executiva municipal de seu partido na segunda-feira pela manhã para avaliar quem apoiará no segundo turno. Mas já adianta o resultado: vai estar ao lado de quem for contra Celso Russomanno (PRB) no segundo turno.

“Não tenho outra alternativa. Não tenho como votar em um cara que sempre votou contra os trabalhadores. Acho que até o Maluf votou mais com os trabalhadores do que ele!”, sustenta o candidato, cujo partido tem cargos no governo federal, do petista Fernando Haddad, e estadual, do tucano José Serra.

Então, se for Serra, vai com Serra, se for com Haddad, vai com Haddad?

“Se for o capeta, vou com o capeta!”, devolve o pedetista, que ainda declara: “Se a eleição em vez de ser domingo fosse quarta, o Russomanno não iria para o segundo turno”.