1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Para Kassab, pergunta sobre Serra é ‘inadequada’

Julia Duailibi

30 junho 2014 | 15:00

Ao anunciar o apoio a Paulo Skaf, pré-candidato do PMDB ao governo de São Paulo, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) confirmou sua candidatura ao Senado e disse que era uma “pergunta inadequada” o questionamento sobre se ficaria na disputa caso o ex-governador José Serra (PSDB) decidisse concorrer para senador.

“Essa é uma pergunta inadequada porque ele não é mais candidato. E porque, se ele fosse candidato, eu não seria candidato, dada a relação com ele”, afirmou Kassab ao lado de Skaf, durante convenção estadual do PSD em São Paulo.

Serra deve disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. Sem o apoio de todos os partidos que compõem a coligação de Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição, o tempo de TV no horário eleitoral para a campanha ao Senado ficaria fragmentado, o que contou a favor da decisão do tucano.

Ainda pela manhã de hoje, Kassab tentava convencer Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central, a ser o candidato ao Senado por São Paulo. Mas Meirelles disse ter mais perfil executivo do que legislativo.