As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dificuldade proporcional

Julia Duailibi

25 Maio 2012 | 06h00

A aliança do PSDB com o PSD na chapa proporcional, a formada pelos vereadores, é hoje o principal motivo de polêmica entre os tucanos. O prefeito Gilberto Kassab (PSD) quer a aliança, e os serristas trabalham para que ela ocorra, apesar da resistência dos atuais vereadores, que temem perder espaço para os candidatos apoiados pela máquina municipal.

Na segunda-feira passada, em reunião do diretório municipal do PSDB, o ex-vereador João Câmara propôs que a decisão da coligação proporcional seja feita pelos delegados do partido, na convenção do PSDB, em junho, caso não haja consenso entre os integrantes da executiva, formada por 18 tucanos.

Isso tiraria a decisão das mãos da cúpula e a jogaria para um colegiado de mais de mil pessoas, suscetíveis aos apelos dos vereadores.

A ideia causou calafrios entre os serristas, que querem entregar a coligação PSDB-PSD a Kassab. Agora, eles vão tentar derrubar a proposta, que deve entrar em pauta na próxima reunião do diretório, agora em junho.