1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Alckmin aponta para governo federal ao sublinhar questão inflacionária

Julia Duailibi

19 junho 2013 | 15:51

Um dos principais alvos dos tucanos nas críticas ao governo federal, a inflação foi destacada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) como o motivo para o reajuste das tarifas de ônibus, trem e metrô, que deflagrou as manifestações dos últimos dias por todo o País. Ao sublimar a questão inflacionária no momento em que os protestos ganham uma dimensão nacional, Alckmin coloca o governo de Dilma Rousseff (PT) no centro da polêmica – por enquanto, governo do Estado e Prefeitura dividem o maior ônus do aumento das tarifas.

“Sobre o mérito, só uma palavra. O reajuste, no caso da Prefeitura, dos ônibus, e no caso do Estado, do metrô e trem, seria em janeiro. E tem inflação. Por que tem reajuste? Porque tem inflação. Se não tivesse inflação, não teria reajuste. Infelizmente, tem. Nós já seguramos seis meses. Depois, o reajuste que foi dado foi menor que a inflação”, declarou o governador hoje, em Barueri, durante divulgação de investimentos para tratamento de esgoto na região.