As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Afinidades eleitorais

Julia Duailibi

29 Maio 2012 | 09h00

Supostamente em pólos ideológicos opostos, PC do B e PP podem caminhar de mãos dadas na eleição municipal em algumas cidades do País. A começar por Porto Alegre.

Os comunistas estão de olho no PP para fechar uma aliança em torno da pré-candidata Manuela D’Ávila na corrida pela prefeitura local. Parte do PP apoia a candidatura de Manuela, como os senadores e deputados federais do partido. Outra ala prefere caminhar com o prefeito José Fortunati (PDT), candidato à reeleição.

Esse é mais um exemplo, entre tantos outros, de como as alianças eleitorais não seguem um critério programático, mas, sim, o da conveniência eleitoral. O principal objetivo dos partidos é obter minutos no horário eleitoral gratuito. Em nome deles, negociam coligações e, em troca, cedem espaço nas chapas que vão às urnas ou no futuro governo, em caso de vitória.