1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Aécio pede a Serra que dispute o Senado

Julia Duailibi

25 junho 2014 | 15:50

No momento em que voltou a ganhar força no PSDB a indicação do nome de José Serra para vice na chapa de Aécio Neves, o presidenciável tucano se encontrou com o ex-governador paulista ontem em São Paulo. O encontro ocorreu antes do lançamento do seu livro de memórias, Cinquenta Anos Esta Noite, evento do qual Aécio não participou.

No encontro, foi deixada de lado a questão da indicação de Serra para vice na chapa de Aécio, que pediu ao ex-governador que concorresse ao Senado. De acordo com interlocutores do mineiro, Aécio já não era grande entusiasta da dobradinha com o ex-governador, mas ouvia os argumentos dos tucanos que apontavam a chapa como imbatível. Serra também já disse não ter interesse em ser vice do candidato.

Para o presidenciável tucano, segundo aliados, Serra deveria concorrer ao Senado tendo o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) como suplente. Isso facilitaria a composição com Kassab, que queria ser vice do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Kassab perdeu a indicação para o PSB e agora ameaça não apoiar a reeleição do tucano em São Paulo.

Caso Aécio e Serra sejam eleitos, o ex-governador paulista assumiria um ministério no novo governo, e a vaga no Senado ficaria com Kassab.

Aécio trabalha com os nomes da ex-ministra do STF Ellen Grace e do senador Aloysio Nunes Ferreira para a vaga de vice. O ex-senador Tasso Jereissati também é cotado, mas a tendência hoje é que saia para o Senado pelo Ceará.