1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JULIA DUAILIBI é jornalista, trabalhou nas redações de Veja, Folha de S. Paulo e Estadão, em Brasília e em São Paulo.
segunda-feira 30/06/14 20:26

Com Aloysio, Aécio tenta neutralizar próprio ‘veneno’

Texto publicado hoje no Estadão Noite Com a escolha do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para vice na sua chapa, o tucano Aécio Neves busca uma vacina contra estratégia aplicada por ele mesmo em 2006 e em 2010, que acabou por prejudicar a eleição nacional do PSDB. Não é segredo que, nessas duas disputas, Aécio não se empenhou pelos candidatos a presidente do seu partido em Minas, segundo maior colégio eleitoral do País. Agora, com Aloysio, Aécio quer uma proteção contra a ...

Ler post
segunda-feira 30/06/14 15:00

Para Kassab, pergunta sobre Serra é ‘inadequada’

Ao anunciar o apoio a Paulo Skaf, pré-candidato do PMDB ao governo de São Paulo, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) confirmou sua candidatura ao Senado e disse que era uma "pergunta inadequada" o questionamento sobre se ficaria na disputa caso o ex-governador José Serra (PSDB) decidisse concorrer para senador. "Essa é uma pergunta inadequada porque ele não é mais candidato. E porque, se ele fosse candidato, eu não seria candidato, dada a relação com ele", afirmou Kassab ao lado de Skaf, durante ...

Ler post
segunda-feira 30/06/14 05:02

Terceira Via no palanque tucano

Na viagem que fará para Cartagena, na Colômbia, o presidenciável tucano Aécio Neves (PSDB) captará imagens para o seu programa de TV no horário eleitoral, que começa em agosto. A partir de amanhã, Aécio participa ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso da Cumbre da Tercera Vía, encontro de ex-presidentes e ex-primeiros-ministros que discute a doutrina política que propõe um caminho entre a direita e a esquerda. Uma equipe de gravação acompanhará o tucano com a ideia de mostrar Aécio ...

Ler post
quarta-feira 25/06/14 15:50

Aécio pede a Serra que dispute o Senado

No momento em que voltou a ganhar força no PSDB a indicação do nome de José Serra para vice na chapa de Aécio Neves, o presidenciável tucano se encontrou com o ex-governador paulista ontem em São Paulo. O encontro ocorreu antes do lançamento do seu livro de memórias, Cinquenta Anos Esta Noite, evento do qual Aécio não participou.

No encontro, foi deixada de lado a questão da indicação de Serra para vice na chapa de Aécio, que pediu ao ex-governador que concorresse ao Senado. De acordo com interlocutores do mineiro, Aécio já não era grande entusiasta da dobradinha com o ex-governador, mas ouvia os argumentos dos tucanos que apontavam a chapa como imbatível. Serra também já disse não ter interesse em ser vice do candidato.

Para o presidenciável tucano, segundo aliados, Serra deveria concorrer ao Senado tendo o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) como suplente. Isso facilitaria a composição com Kassab, que queria ser vice do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Kassab perdeu a indicação para o PSB e agora ameaça não apoiar a reeleição do tucano em São Paulo.

Caso Aécio e Serra sejam eleitos, o ex-governador paulista assumiria um ministério no novo governo, e a vaga no Senado ficaria com Kassab.

Aécio trabalha com os nomes da ex-ministra do STF Ellen Grace e do senador Aloysio Nunes Ferreira para a vaga de vice. O ex-senador Tasso Jereissati também é cotado, mas a tendência hoje é que saia para o Senado pelo Ceará.

Ler post
quarta-feira 25/06/14 05:29

Desembarque da nau governista

Texto publicado ontem no Estadão Noite Enquanto a Copa Mundo serve de aliada da presidente Dilma Rousseff (PT) nas eleições de outubro, partidos habitués da nau governista infligem as maiores baixas à pré-campanha da petista ao migrarem para o barco da oposição. O PT, em vez de ajudar a estancar a sangria entre as legendas aliadas, coloca mais lenha na fogueira. Sem maiores constrangimentos, o PMDB, do candidato a vice-presidente na chapa de Dilma, Michel Temer, resolveu ceder palanque para o tucano ...

Ler post
sábado 21/06/14 12:13

Contra-ataque de Kassab

Com Pedro Venceslau Informado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) da negociação para conceder a vice ao PSB, de Eduardo Campos, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD) foi para o contra-ataque. Na própria quinta-feira, Kassab se encontrou à tarde, em São Paulo, com o candidato do PMDB ao Palácio dos Bandeirantes, Paulo Skaf. Os peemedebistas querem dar a vice ao ex-prefeito para engordar o tempo de TV de Skaf e torná-lo mais competitivo - os tucanos temem mais a candidatura do peemedebista ...

Ler post
terça-feira 17/06/14 06:17

Justiça Eleitoral dificulta ‘bonde’ de Alckmin

Decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dificulta as coligações em torno da chapa do PSDB ao governo do Estado. A Justiça Eleitoral, em decisão publicada no Diário Oficial de fevereiro, concluiu que "não é possível a formação de coligação majoritária para o cargo de senador distinta da formada para o de governador, mesmo entre os partidos que a integrem". O governador Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição, tem duas vagas para atrair aliados - a de senador e a de vice-governador. ...

Ler post
sexta-feira 13/06/14 14:08

Integrante do PSD diz ser mais fácil Bósnia ganhar Copa do que partido romper com PT

O deputado Guilherme Campos (PSD-SP), ex-líder do partido na Câmara, disse que é mais fácil a Bósnia-Herzegovina ganhar a Copa do Mundo de 2014 do que o seu partido, liderado pelo ex-prefeito Gilberto Kassab, romper a aliança em torno da reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). O PSD foi o primeiro partido a declarar apoio a Dilma, em novembro do ano passado. "Isso é mais vontade e torcida de alguns do que realidade. Temos nossa palavra empenhada", disse sobre alguns ...

Ler post
quinta-feira 12/06/14 05:49

Propagandas petista e tucana focam estratégias de campanhas à reeleição

Com a aproximação do prazo que veda a realização de propaganda institucional, governos federal e do Estado colocaram no ar peças de publicidade que reforçam as estratégias de campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) e do governador Geraldo Alckmin (PSDB), ambos candidatos à reeleição. A partir do dia 5 de julho, quando começa oficialmente a eleição, ficam proibidas "publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais e estaduais, ou das respectivas entidades da administração indireta". Uma ...

Ler post