1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JULIA DUAILIBI é jornalista, trabalhou nas redações de Veja, Folha de S. Paulo e Estadão, em Brasília e em São Paulo.
segunda-feira 17/12/12 22:36

Governador do Espírito Santo ataca luta ‘autofágica’ entre Estados

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), avalia que o Congresso insiste em marchar para uma "posição desequilibrada" e que os Estados precisam chegar a um pacto federativo para terminar com a "luta irracional" e "autofágica" que existiria hoje na discussão da divisão dos royalties do petróleo. Ele defendeu a decisão do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que concedeu hoje liminar determinando que a mesa diretora do Congresso se abstenha de deliberar sobre o ...

Ler post
segunda-feira 17/12/12 18:43

A volta dos Tatto

Com Diego Zanchetta A família Tatto voltou a ganhar força na Prefeitura de São Paulo com a eleição de Fernando Haddad (PT). O deputado federal Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara dos Deputados, foi indicado secretário de Transportes do novo governo. Arselino Tatto, outro irmão, será o líder do governo na Câmara Municipal. Ele chegou a ser cotado para a presidir a Casa, mas o posto ficará com o vereador José Américo (PT). Há ainda mais dois irmãos, o deputado Enio ...

Ler post
sexta-feira 14/12/12 19:05

Telhada na Comissão de Direitos Humanos

O PSDB pretende indicar o vereador eleito Coronel Telhada como integrante da Comissão de Direitos Humanos da Câmara Municipal. A decisão foi discutida internamente no partido nas últimas semanas, e a indicação deve sair em fevereiro do ano que vem,  quando os vereadores são nomeados para as vagas nas comissões. O partido diz que a indicação faz sentido porque a comissão aborda também a questão da segurança pública. Chama-se Comissão Extraordinária de Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais. Por ...

Ler post
quinta-feira 13/12/12 15:07

Entidade quer posição de Dilma contra ‘repressão’ na Rússia

A ONG Human Rights Watch (HRW) pediu hoje à presidente Dilma Rousseff que expresse preocupação com a questão da “repressão da sociedade civil” na Rússia, durante sua visita ao país, que começou hoje. Amanhã a presidente deve se encontrar com o colega russo Vladimir Putin.

“O Brasil se distanciou do seu passado autoritário há muito tempo, mas o mesmo não pode ser dito sobre a Rússia”, disse José Miguel Vivanco, diretor da Human Rights Watch para as Américas, em comunicado enviado à imprensa hoje. “Existem problemas graves de direitos humanos no Brasil, mas o governo acolhe a participação da sociedade civil. A presidenta Dilma deveria instar Putin a fazer o mesmo”, completou.

“Seria um erro grave a presidenta Dilma Rousseff ignorar a repressão na Rússia, pois esta viola os princípios básicos de direitos humanos que o Brasil adotou em sua legislação nacional e tratados internacionais”, afirmou Vivanco. “Se o Brasil quiser ser levado a sério como líder em assuntos globais, não deveria ter medo de defender esses princípios ao lidar com governos que os desrespeitam.”

A entidade apontou medidas que tiveram o respaldo do governo russo nos últimos meses e que, na avaliação da HRW, seriam tentativas de coagir a sociedade civil. Entre elas, destacou ações implementadas pelo Parlamento do país como a criminalização da difamação e a restrição ao conteúdo acessado na internet e à organização de assembleias públicas.

A HRW também falou das críticas do governo às organizações sociais e a estrangeiros e de medidas tomadas em novembro, segundo as quais organizações não governamentais dedicadas ao trabalho de advocacia e que recebam recursos de fora do país identifiquem-se como “agentes estrangeiros” – para a entidade, uma forma de “demonizar” ONGs.

Entre as questões levantadas pela entidade, estão a prisão e o julgamento das integrantes da banda russa Pussy Riot. Em março, três artistas da banda foram presas por fazer críticas ao governo russo numa igreja cristã ortodoxa. Duas foram condenadas a dois anos de prisão. 

Ler post
terça-feira 11/12/12 20:43

Empresa de Freud foi multada pela PF

A empresa de segurança privada de Freud Godoy, ex-assessor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi multada pela Polícia Federal por ter atuado sem a documentação necessária para seu funcionamento. Em novembro de 2011, a Polícia Federal, responsável pela cessão de alvarás para funcionamento de empresas de segurança privada, multou em mais de R$ 3 mil a Caso Sistemas de Segurança, registrada oficialmente no nome de Simone Messeguer Pereira Godoy, mulher de Freud, e Kleber Michel Messeguer Pereira, cunhado. Em depoimento ...

Ler post
segunda-feira 10/12/12 13:09

Aparecido é novo secretário da Casa Civil

Com Bruno Boghossian O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou hoje que o novo chefe da Casa Civil será o atual secretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edson Aparecido. O convite foi feito ontem à noite no Palácio dos Bandeirantes. Aparecido deve assumir no próximo dia 17. Hoje a cadeira está ocupada por Sidney Beraldo, que foi indicado conselheiro do Tribunal de Contas do Estado com o apoio do governador. Alckmin ainda discute se a Casa Civil sofreará alteração. A tendência é que ...

Ler post
quarta-feira 05/12/12 06:00

Um plano B para Aécio

O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) é pressionado pelos colegas de partido para ser o novo presidente do PSDB em maio de 2013, quando haverá convenção para escolher os novos dirigentes nacionais da legenda. Mas para Aécio o ideal seria se resguardar e não embarcar na condução do PSDB no ano que vem, quando ficaria excessivamente exposto na função, vista por FHC e pelo atual presidente do PSDB, Sérgio Guerra, como parte inexorável da trajetória para se tornar o candidato à ...

Ler post
terça-feira 04/12/12 19:48

Embarque no PMDB

O ex-presidente municipal do DEM, o advogado Alexandre de Moraes, se filiará ao PMDB nesta quarta-feira. Moraes assinará a ficha de inscrição ao partido às 15 horas no Congresso, na presença do vice-presidente da República, Michel Temer, do deputado Gabriel Chalita e do líder do partido na Câmara, Henrique Eduardo Alves, entre outros. O advogado deixou o DEM na sexta-feira passada e aceitou o convite de Temer para ingressar na legenda.  

Ler post
segunda-feira 03/12/12 11:03

Haddad convida Callegari para Educação

cesar callegari_fabiana carvalho mec leg

O prefeito eleito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), convidou para assumir a Secretaria de Educação o sociólogo Cesar Callegari. O anúncio deve ser feito na próxima quarta-feira, 5. Callegari é o atual secretário de Educação Básica do Ministério da Educação (MEC). O sociólogo já foi secretário municipal de Educação de Taboão da Serra (SP) e secretário executivo do Ministério de Ciências e Tecnologia, entre 2003 e 2004, na gestão de Roberto ...

Ler post