1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

JOÃO BOSCO RABELLO está no jornalismo político desde 1977, em Brasília, onde participou da cobertura do período que vai da abertura do regime militar à Assembléia Nacional Constituinte de 88, passando pela redemocratização, com a eleição e morte de Tancredo Neves, o primeiro governo civil, de José Sarney e os que o sucederam. Iniciou sua carreira em 1974, no extinto Diário de Notícias, no Rio de Janeiro (RJ). Transferiu-se para Brasília (DF), em 1977, onde alternou as funções de repórter político,coordenador, editor e diretor de sucursal, no Correio Braziliense, Empresa Brasileira de Notícias, O Globo, Jornal do Brasil e o Estado de S.Paulo (1990/2013), nessa ordem. É responsável também pelo conteúdo de análise política do serviço em tempo real Broadcast, da Agência Estado.
quarta-feira 30/06/10 23:59

Decisão de vice pacifica o DEM, mas campanha ainda procura um rumo

Os grandes mestres da política ensinavam que não se exerce o ofício com o fígado - mas com inteligência e estratégia. Tudo o que faltou ao PSDB nesse contexto de escolha do vice de José Serra. A começar pela tentativa dos tucanos de armar um casamento de conveniência, no qual a noiva não aparece em público, não priva da intimidade, mas entra com o patrimônio - no caso, eleitoral. SERRA24

Jovem, Índio da ...

Ler post
terça-feira 29/06/10 19:09

Ainda dividido, DEM tenta superar episódio da vice para preservar campanha da oposição

Boa parte do DEM já superou o episódio da escolha do vice de José Serra à revelia do partido, e está empenhada em apagar o incêndio. Cerca de cinco parlamentares, incluindo o presidente da legenda, Rodrigo  Maia, estão ainda resistentes a um acordo em torno do nome de Álvaro Dias. O candidato José Serra já reconheceu o erro na condução do assunto, que acabou vazando através de Roberto Jefferson, do PTB, pelo Twitter. Serra penitenciou-se pessoalmente com a cúpula do DEM e ...

Ler post
segunda-feira 28/06/10 17:51

Marina condiciona presença em sabatina a conhecimento prévio das perguntas

Depois do cancelamento da candidata do PT, Dilma Rousseff, agora é a candidata do PV, Marina Silva, que comunica à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que não vai comparecer a sabatina no próximo dia 1º de julho. Marina, que já havia confirmado presença, exigiu ter conhecimento prévio das perguntas que lhe serão feitas pelos convidados. A presidente da CNA, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), informou ao coordenador de campanha de Marina, João Paulo Capobianco, que não pode fazer essa exigência dos ...

Ler post
domingo 27/06/10 12:03

Desabafo sintomático

Desabafo de um senador tucano, antes do vazamento do nome de Dias para vice de Serra. “A campanha está mambembe, tudo é improvisado, há  amigos fazendo tarefas por favor, no lugar de profissionais contratados”. Um exemplo, segundo ele, é a agenda do candidato cuja definição depende da senadora Marisa Serrano (PSDB-MS). Reclamou também da concentração das decisões e das informações, e que jamais recebeu um briefing da campanha, que deveria ser diário.

Ler post
sábado 26/06/10 21:00

A crise do vice do PSDB continua

jef

jef

Twitter de Jefferson conseguiu o DEM, que não conseguira oferecer um nome e Serra.

Foto: Wilton Junior/Arquivo AE

O fato de o nome do senador Álvaro Dias vazar, ao invés de ser anunciado, é emblemático do amadorismo com que o PSDB conduz sua campanha eleitoral. A escolha (?) de Dias não é de José Serra, mas do partido, sem consulta aos aliados, reproduzindo máxima corrente nos meios políticos de que ...

Ler post
sábado 26/06/10 20:15

Pesquisa Datafolha já traz Álvaro Dias como Vice de Serra

Para complicar mais um pouco a crise com o DEM, o próximo Datafolha já vem com Álvaro Dias como vice de Serra. O instituto protocolou ontem no TSE a pesquisa, cujo resultado deve sair no próximo final de semana. Na rede Twitter, o veneno é de que o Datafolha soube antes do DEM que o vice seria Álvaro Dias. A novidade é que a pesquisa indaga ao eleitor se ele sabe quem é o vice de seu candidato e se ele influi ...

Ler post
quinta-feira 24/06/10 23:42

Programa do PTB mantém visibilidade de Serra. Mas é só isso

O programa do PTB cumpriu o objetivo de manter a visibilidade do candidato José Serra numa fase em que a sua campanha tenta encontrar o caminho que justifique ao eleitor sua proposta de mudança. E é só. Tecnicamente, o programa é de uma pobreza básica, com o formato de um locutor que usa o vínculo histórico do partido com a causa trabalhista ...

Ler post
quinta-feira 24/06/10 00:20

Pesquisa põe em xeque estratégia de não enfrentar Lula

O resultado da pesquisa CNI/Ibope põe em xeque a estratégia do PSDB de separar o presidente Lula de sua candidata Dilma Rousseff. José Serra elegeu Dilma para debater, mas ela o está deixando na mão de Lula. Como ele não quer criar caso com o eleitor que deu ao governo e ao presidente índices recordes de 80% de aprovação, fica limitado aos programas gratuitos e às sabatinas promovidas por segmentos específicos da economia – como CNI e CNA. Produzida ...

Ler post
quarta-feira 23/06/10 20:13

À toa, Senado dedica ócio à vuvuzela da Sabrina

Por Andrea Jubé Vianna, da Agência Estado A votação do projeto de lei de criação da Petro-Sal, estatal que vai controlar os contratos de exploração das novas reservas, que estava prevista para hoje no Senado, foi adiada para os dias 6 ou 7 de julho, por falta de quorum. Mas a Casa esvaziada não desanimou os senadores, que logo acharam algo para se entreter: a vuvuzela verde-e-amarela que a apresentadora Sabrina Sato, do programa Pânico, da Rede TV, oferecia para eles soprarem ...

Ler post