Do estrelato ao abandono no sertão de Pernambuco

Do estrelato ao abandono no sertão de Pernambuco

Camila Tuchlinski

27 Fevereiro 2015 | 07h50

Povoado de Cruzeiro do Nordeste. Falando assim, não é facilmente reconhecível pela maioria dos brasileiros. Já a fictícia Bom Jesus do Norte ficou mundialmente conhecida no filme Central do Brasil, do diretor Walter Salles, que descobriu a região para rodar a película. Há 18 anos, o vilarejo nos arredores de Sertânia, município a 300 quilômetros do Recife, recebeu toda a equipe de filmagem e a população foi inserida na obra. Os moradores foram remunerados, ganharam um cachê, para interpretar com os atores profissionais. A exposição internacional, com indicação do filme ao Oscar, rendeu a Cruzeiro do Nordeste água tratada nas torneiras, calçadas e asfaltos no lugar da lama nas ruas. Duas décadas depois, o povoado voltou ao abandono.

Os moradores da região denunciam a paralisação de obras importantes na área da Saúde, como um posto de saúde da mulher. Detalhe: a construção está orçada em quase 80 mil reais e teria um prazo para a conclusão em seis meses! Bom, aparentemente na fachada da obra tudo vai bem…

Construção de posto de saúde em Cruzeiro do Nordeste (foto: Esequias Cardoso)

Construção de posto de saúde em Cruzeiro do Nordeste
(foto: Esequias Cardoso)

 Mas as laterais revelam outra coisa:

Parede não concluída (foto: Esequias Cardoso)

Parede não concluída
(foto: Esequias Cardoso)

 E, nesta imagem, observa-se a destruição de outra placa, que divulga alguns dados sobre a obra, com financiamento do governo federal:

Placa de posto de saúde destruída (foto: Esequias Cardoso)

Placa de posto de saúde destruída
(foto: Esequias Cardoso)

Entrei em contato com a prefeitura da cidade, mas ninguém se pronunciou sobre o abandono das obras. Cruzeiro do Nordeste é um povoado do município de Sertânia. Nas últimas semanas, o prefeito Guga Lins esteve ocupado se reunindo com secretários municipais para discutir os preparativos para o Carnaval 2015.

Lins, do PSDB, venceu as eleições em 2012 com pouco mais de dez mil votos. Ele também esteve muito ocupado no ano passado ‘costurando’ acordos políticos para o pleito presidencial. O próprio PSDB chegou a estudar a possibilidade de afastar o prefeito da legenda por infidelidade partidária. O tucano declarou voto pessoal em Dilma Rousseff, do PT: “Votei em Dilma no primeiro turno e apenas repeti meu voto, porque o grupo do meu principal adversário no município, o deputado Ângelo Ferreira, se aliou a Aécio. A vida é um assunto local”. Sertânia, Cruzeiro do Nordeste e outros seis povoados também merecem a atenção do prefeito, principalmente sobre os problemas locais.