1. Usuário
Assine o Estadão
assine

segunda-feira 20/04/15 08:29

Estimativa tem limite

Manifestações são polêmicas por natureza. Quando um grupo se junta e vai para a rua ele normalmente defende o que outras pessoas querem, mas também o que muitas não aceitam. É da natureza do jogo. Claro que tem limite, mas é da natureza do jogo da democracia imaginar que nossas liberdades de expressão e associação

Ler post
sexta-feira 17/04/15 11:37

Piracicaba não é Limeira, mas azedou!

No post da semana passada, trouxe a história da cidade de Limeira, que literalmente ‘azedou’ por causa do reajuste de mais de 100% nos salários dos vereadores (e concedido por eles mesmos!). Agora, é a vez de Piracicaba, também no interior paulista. Desde o ano passado, a população local protesta contra o reajuste de 5,44%

Ler post
quarta-feira 15/04/15 23:56

Por que não protestamos em Bom Jesus e Barra Mansa?

As manifestações de junho de 2013, março e abril de 2015 e todas as outras que ainda acontecerão geram muitas dúvidas quanto ao seu objetivo maior, mas têm um ponto claro em comum: demonstram algum tipo de insatisfação. Quando fui às ruas em 2013, vi até gente se aproveitando de manifestação política para reclamar do

Ler post
segunda-feira 13/04/15 07:46

Gari na cabeça

Nem os pedidos e respostas às reivindicações salariais ocorrem sob um mesmo ritmo numa sociedade tão desigual quanto a nossa. A Camila escreveu na semana passada que os vereadores de Limeira, interior de São Paulo, aprovaram para eles mesmos reajuste superior a 100%. Seria uma forma de equiparar vencimentos ao teto legal associado a um

Ler post
sexta-feira 10/04/15 10:44

Limeira azedou

camara01

Em uma semana repleta de notícias negativas na economia, com alta na taxa de desemprego no País, montadoras de veículos e diversas empresas promovendo demissões, aumento da inflação (aquela que faz a sua conta no supermercado ir à estratosfera!), dificuldades de acesso ao crédito, oscilação do dólar, etc, etc, etc os vereadores da cidade de

Ler post
quarta-feira 08/04/15 20:04

Filhos de Porecatu II – A missão

A cidade paranaense de Porecatu já foi objeto de análise aqui no blog, quando falamos do prefeito Walter Tenan e sua peculiar história na gestão do município. Eleito em 2008 (reeleito depois, em 2012), Walter estava encarcerado em um presídio quando teve sua vitória anunciada no pleito daquele ano. Estava provisoriamente preso, acusado de contrabando.

Ler post
segunda-feira 06/04/15 07:22

E a rua vai ter dono?

O assunto não é novo, mas não perdeu seu caráter polêmico. Um grupo de cidadãos, em nome da segurança, deve ter o direito de colocar um portão numa rua? Se antigamente cantávamos que “se essa rua fosse minha, eu mandava ladrilhar”, hoje muita gente sonha em cantar: “se essa rua fosse minha, eu mandava era

Ler post
sexta-feira 03/04/15 12:55

E o abandono continua em Sertânia (PE)

Foto: Esequias Cardoso

Vermelho, amarelo e azul. As três cores primárias são chamadas assim pois não se pode obtê-las com a mistura de nenhuma cor. Elas são o primeiro contato com brincadeiras lúdicas durante a primeira infância. São cores vivas, enigmáticas e despertam a admiração dos baixinhos. Geralmente são usadas para colorir as creches: estabelecimentos educativos que dão

Ler post
quarta-feira 01/04/15 15:38

O prefeito que ressuscitou

Jesus Cristo que me perdoe, mas existem outros casos de ressurreição que também são interessantíssimos. Na política brasileira, inclusive. E não falo daqueles nomes que fazem história, “pecam”, desaparecem e depois “ressurgem” com novos mandatos (temos um caso clássico no Senado). Falo daqueles que efetivamente viram a morte de perto e conseguiram driblar o destino

Ler post
segunda-feira 30/03/15 07:01

Os Super-Gomes

Eles andam em família. Quando o PROS foi fundado, por exemplo, todos deixaram o PSB e migraram para o novo partido, com o intuito de não incorrerem em infidelidade partidária – se você for casado(a) não pergunte para a justiça eleitoral o que é fidelidade, para não correr riscos em seu matrimônio. Unidos, deixaram Eduardo

Ler post