Veja Sérgio Côrtes, ex-secretário de saúde de Cabral, confessando a Bretas que pegou propinas

Veja Sérgio Côrtes, ex-secretário de saúde de Cabral, confessando a Bretas que pegou propinas

Preso na Operação Fatura Exposta, ex-secretário do peemedebista também afirmou, em interrogatório nesta quarta-feira, 8, que repassou valores recebidos de empresário para a campanha de Luiz Fernando Pezão ao governo do Rio

Roberta Pennafort e Constança Rezende

09 Novembro 2017 | 21h28

Ex-secretário de Saúde do Rio e preso na Lava Jato, Sérgio Côrtes disse nesta quarta-feira, 8, que usou recursos do empresário Miguel Iskin para financiar as campanhas do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB), e do candidato à prefeitura do Rio, Pedro Paulo (PMDB). Côrtes e Iskin são acusados de participar do esquema de fraudes em licitações na saúde do Rio, que teria movimentado cerca de R$ 16 milhões.