Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Politica » Tribunal de Contas de São Paulo divulga lista de gestores que tiveram contas reprovadas

Política

Politica

ELEIçõES

Tribunal de Contas de São Paulo divulga lista de gestores que tiveram contas reprovadas

Relação com nomes e cargos foi enviada à Justiça Eleitoral para eventual enquadramento na Lei da Ficha Limpa

faustomacedo

03 Julho 2014 | 16h00

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) encaminhou à Justiça Eleitoral a lista de administradores públicos e políticos que tiveram contas julgadas irregulares e podem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa.

O período considerado para a elaboração da lista são os 8 anos imediatamente anteriores à realização de cada eleição, que, em 2014, terá o primeiro turno realizado no dia 5 de outubro.

“As informações que constam da listagem subsidiam a declaração de inelegibilidade, que compete à Justiça Eleitoral, tendo sido encaminhada também ao Ministério Público Estadual e à Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo”, informou o TCE-SP.

Em abril, o TCE e a Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de São Paulo firmaram termo de cooperação técnica entre as instituições, com o objetivo de promover o intercâmbio de informações e dados para garantir a aplicação da Lei da Ficha Limpa, no âmbito das eleições proporcionais e majoritárias.

O termo de cooperação prevê que o TCE disponibilize informações sobre os gestores públicos que tiveram prestações de contas desaprovadas pela Corte de Contas.

Nos dados remetidos por via eletrônica à Justiça Eleitoral ainda constam a data do trânsito em julgado ou decisão passível de recurso, a origem do processo, e o exercício de referência das contas desaprovadas.

Nos anos de eleições gerais e municipais regulares, as informações sobre as alterações da última listagem encaminhada pelo TCE serão enviadas diariamente, sempre que houver alteração em relação à anterior, à PRE, no período compreendido entre 10 de junho (data a partir da qual podem ser realizadas convenções partidárias) e até a data A Corte de contas destacou que o encaminhamento à Justiça Eleitoral foi realizado em cumprimento ao artigo 11, parágrafo 5º, da Lei nº 9.504/1997 e o artigo 1.º, inciso I, alínea ‘g’, da Lei Complementar nº 64/1990, alterada pela Lei Complementar nº 135/2010, a Lei da Ficha Limpa.

“A lista deve ser disponibilizada à Justiça Eleitoral até 5 de julho nos anos eleitorais e consiste na relação de pessoas físicas que tiveram contas julgadas irregulares por decisão contra a qual não caiba mais recurso”, assinala o Tribunal de Contas.

A lista encontra-se atualizada “consoante registros assentados até o último dia 30 de junho, sendo que novas ocorrências ou eventuais inconsistências serão resolvidas individualmente mediante requerimento”.

Mais conteúdo sobre: