Sexta, 13, Lula toma seu primeiro banho de sol

Sexta, 13, Lula toma seu primeiro banho de sol

Ex-presidente ficou uma hora fora da sala especial que ocupa desde sábado, 7, no prédio-sede da Polícia Federal em Curitiba

Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Fausto Macedo e Luiz Vassallo

13 Abril 2018 | 18h16

Former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva attends a protest in front of the metallurgic trade union in Sao Bernardo do Campo, Brazil April 7, 2018. REUTERS/Leonardo Benassatto

O ex-presidente Lula tomou nesta sexta-feira, 13, seu primeiro banho de sol na prisão da Lava Jato. Durante uma hora, sozinho, no período da manhã, o ex-presidente ficou fora da ‘sala especial’ que ocupa no último andar do prédio-sede da Polícia Federal em Curitiba desde sábado, 7.

+ Lula recorre contra Fachin e pede liberdade

Após seis dias recolhido para cumprimento da pena de 12 anos e um mês de reclusão que o juiz Sérgio Moro impôs a ele por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do famoso triplex do Guarujá, o petista decidiu ficar um pouco ao ar livre.

+ Curitiba reclama de transtornos e quer Lula em ‘local seguro e adequado’

Lula tem direito a duas horas de banho de sol todos os dias.

Ele está isolado da carceragem da PF, onde estão outros prisioneiros da Lava Jato, como seu ex-braço direito Antônio Palocci (Casa Civil e Fazenda; governos Lula e Dilma) e o empreiteiro Léo Pinheiro.

Na quinta, 12, Lula recebeu a visita da família que levou a ele cobertor e outros pertences.

Do lado de fora, mantidos à distância da sede da PF, apoiadores do ex-presidente permanecem aglomerados no acampamento ‘Lula Livre’. Toda manhã eles entoam ‘bom dia, companheiro’.

Mais conteúdo sobre:

LULA [LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA]