Secretaria de Finanças do PT reage e afirma que Vaccari não recebeu dinheiro de doleiro

Em nota, partido diz que "são mentirosas' as declarações de Alberto Youssef

Redação

12 Fevereiro 2015 | 17h12

Por Fausto Macedo e Julia Affonso

O secretário Nacional de Finanças do PT, João Vaccari Neto, negou veementemente nesta quinta-feira, 12, que tenha recebido qualquer quantia em dinheiro por parte do doleiro Alberto Youssef.

Em nota, a Secretaria de Finanças do PT reagiu às declarações do doleiro em delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato. “Dessa forma, são absolutamente mentirosas as afirmações feitas por esse senhor (Youssef), em processo de delação premiada, tanto no que concerne a uma suposta entrega de dinheiro para sua cunhada (Marice Correa) quanto em um suposto encontro em um restaurante”.

Vaccari chega a sede da PF para prestar depoimento. Foto: Felipe Rau/ Estadão.

Vaccari chega a sede da PF para prestar depoimento. Foto: Felipe Rau/ Estadão.

Segundo a Secretaria de Finanças do PT, “a afirmação de Youssef causa profunda estranheza, pois sua contadora, Meire Bonfim Poza, declarou à CPI Mista da Petrobras, no último dia 8 de outubro, que não conhece e que nunca fez transações financeiras com Vaccari Neto”.

“Essa Secretaria de Finanças reitera que todas as doações que o Partido dos Trabalhadores recebe são feitas na forma da lei e declaradas à Justiça”, assinala a nota.