‘Pro chão! Deita no chão!’ (veja a PF cercando o tráfico na Operação Enigma)

‘Pro chão! Deita no chão!’ (veja a PF cercando o tráfico na Operação Enigma)

Vídeos divulgados pela Polícia Federal mostram o avanço dos agentes fortemente armados sobre redutos de organização criminosa que distribuía mensalmente 200 quilos de cocaína e crack em Curitiba e arredores da capital paranaense

Fausto Macedo e Luiz Vassallo

17 Novembro 2017 | 14h17

Desde muito cedo, nesta sexta-feira, 17, um efetivo de duzentos agentes da PF está cumprindo mandados judiciais da Operação Enigma no Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul, dos quais 20 de prisão preventiva e 10 de prisão temporária contra o tráfico internacional. Os agentes vasculharam 37 endereços. Em um deles, a PF usou a viatura para derrubar um portão. Em outro prédio, os policiais invadiram um apartamento empunhando armamanto de grosso calibre.
‘Pro chão! Pro chão! deita no chão!’, ordena um policial.

Segundo a PF, os líderes do tráfico pertencem a uma mesma família. Dos 30 mandados de prisão, apenas dois ainda não foram cumpridos. A Operação Enigma mostra que o grupo usava ‘laranjas’ para ocultar o dinheiro ilícito da venda de cocaína e crack por meio da compra de imóveis e carros de luxo.