Por que Fischer negou habeas para Lula

Por que Fischer negou habeas para Lula

'Não há como se aferir o pretenso, pois não há, sequer, um documento ou certidão que comprove não ter o prazo recursal escorrido'

Rafael Moraes Moura, Teo Cury, Amanda Pupo/ BRASÍLIA, Luiz Vassallo e Luiz Fernando Teixeira

06 Abril 2018 | 18h01

Ao negar o pedido de medida liminar no habeas corpus impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), apontou que os autos do processo não foram “suficientemente instruídos”, faltando documentação para comprovar que ainda não havia sido concluído o prazo para a apresentação de um novo recurso no Tribunal Regional Federal da 4.ª- Região (TRF-4).

Documento

Mais conteúdo sobre:

Felix FischerSTJLula