PF prende ex-tesoureiro da Caixa acusado de levar R$ 1,5 milhão de agência

PF prende ex-tesoureiro da Caixa acusado de levar R$ 1,5 milhão de agência

O homem, de 45 anos, foi flagrado levando o dinheiro do local onde trabalhava em sacos de ração animal

Mateus Coutinho e Julia Affonso

01 Dezembro 2016 | 11h40

pftesoureirocaixa

A Polícia Federal no Rio de Janeiro prendeu preventivamente na quarta-feira, 30, um ex-tesoureiro da Caixa Econômica Federal investigado por ter desviado aproximadamente R$ 1,5 milhão do banco público e que estava foragido da Justiça. O mandado de prisão foi expedido pela 4ª Vara Criminal Federal do Rio.

O ex-gerente, de 45 anos, foi localizado pela Polícia Federal na casa de seus parentes no bairro de Ramos, na capital fluminense. O caso foi descoberto pelas investigações da PF de Nova Iguaçu e da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio em conjunto com a gerência de segurança da Caixa, que identificaram o desvio do dinheiro em agosto de 2015.

De acordo com a PF, o ex-tesoureiro roubou o dinheiro da agência onde trabalhava, em Itaguaí, usando sacos de ração animal e teria, inclusive, tentado manipular as câmeras do sistema interno de TV da agência para não registrar suas ações. A PF, contudo, conseguiu o registro do ex-tesoureiro levando o dinheiro.

 

 

 

Notícias relacionadas