1. Usuário
Assine o Estadão
assine

PF prende em SP torturador da guerra suja argentina

faustomacedo

quinta-feira 03/07/14 17:56

Salvador Ciciliano integrou a TRIPLE-A, organização paramilitar que sequestrou, torturou e matou opositores do governo Rafael Videla nos anos 1970

A Polícia Federal prendeu no município de Arujá, na Grande São Paulo, o argentino Salvador Ciciliano, paramilitar que integrou a temível Aliança Anti-Comunista Argentina (TRIPLE-A) nos anos de chumbo daquele país, nos anos 1970.

Ciciliano está morando no Brasil há quatro anos. Os federais o localizaram em sua residência, nos fundos de uma casa no Arujá. Para se manter no País, ele vendia produtos de beleza.

Ciciliano, nascido em 1941, é apontado como implacável torturador, sequestrador e assassino de opositores do regime militar do general Jorge Rafael Videla. Formalmente ele é acusado por “delito de associação ilícita para a prática de forma reiterada de homicídios, privação ilegal da liberdade e lesões corporais”.

A prisão do torturador foi requisitada ao Brasil pela Justiça de Argentina. A ordem de prisão foi decretada pelo Supremo Tribunal Federal. Agentes da Polícia Federal que integram os quadros da Interpol (Polícia Internacional) em São Paulo localizaram o procurado no Arujá, onde ele morava há algum tempo.

A TRIPLEA-A era um grupo paramilitar da extrema direita e começou a atuar mesmo antes da ditadura que massacrou a Argentina nos anos 1970 e deixou cerca de 13 mil mortos e desaparecidos, segundo dados oficiais. As organizações de direitos humanos informam que são 30 mil os mortos e desaparecidos argentinos.

Salvador Ciciliano vai ser extraditado para a Argentina.