PF faz buscas no gabinete do deputado que pegou pacotes de dinheiro na caixa

PF faz buscas no gabinete do deputado que pegou pacotes de dinheiro na caixa

Ezequiel Fonseca (PP/MT) foi flagrado em vídeo recebendo propina em uma sala do Palácio Paiaguás, sede do governo de Mato Grosso

Fábio Serapião/BRASÍLIA e Luiz Vassallo

14 Setembro 2017 | 12h15

A Operação Malebolge, deflagrada nesta quinta-feira, 14, pela Polícia Federal por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux, mira também o deputado Ezequiel Fonseca (PP/MT).

Agentes federais estão na Câmara para buscas no gabinete do parlamentar, que foi flagrado em vídeo recebendo maços de dinheiro em uma caixa de papelão.

O vídeo faz parte da ‘delação monstruosa’ do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB).


As cenas foram gravadas em 2014 por ordem de Silval, delator que deu origem à Operação Malebolge, 12.ª etapa da Ararath.

A investigação aponta para o ministro Blairo Maggi, da Agricultura, alvo também de buscas da PF, por ordem de Fux.

A entrega de dinheiro para Ezequiel e para outros políticos, inclusive o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (PMDB), ocorreu em uma sala no Palácio Paiaguás, sede do Executivo estadual.

O deputado não foi localizado pela reportagem. O espaço está aberto para manifestação.

Mais conteúdo sobre:

Ezequiel FonsecaSilval Barbosa