PF deflagra 13ª fase da Ararath

PF deflagra 13ª fase da Ararath

Policiais cumprem quatro mandados de busca e apreensão em Cuiabá

Julia Affonso e Fausto Macedo

27 Setembro 2017 | 13h09

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 27, a 13.ª fase da Operação Ararath, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF). Os policiais cumprem quatro mandados de busca e apreensão em Cuiabá.

A primeira fase da Ararath foi deflagrada em 2014 para investigar desvio de recursos públicos no Governo de Mato Grosso.

OUTRAS DO BLOG: + PF intima Okamotto a provar serviços de filhos de Lula a Instituto

‘É a verdade!’: Glaucos da Costamarques, suposto ‘laranja’ de Lula, reafirma, ao Estadão, seu depoimento a Moro

A nova etapa da operação mira dois advogados Ricardo Spinelli, que defende o deputado Gilmar Fabris (PSD), e Ocimar Carneiro de Campos. A PF fez buscas nas casas e nos escritórios de cada um.

A 13.ª fase é um ‘resquício’ da etapa anterior. Segundo a Ararath, na última etapa Fabris soube da deflagração da operação e saiu de casa, com uma mala nas mãos, antes da chegada da polícia. A investigação apontou que ele se encontrou com Ricardo Spinelli.

A reportagem tentou contato com Ricardo Spinelli. Ocimar Carneiro de Campos e Gilmar Fabris não foram localizados. O espaço está aberto para manifestação.

Mais conteúdo sobre:

Operação ArarathPolícia Federal