Operação que pega Lula faz PF/SP interromper atividades em sua sede

Operação que pega Lula faz PF/SP interromper atividades em sua sede

Superintendência no bairro da Lapa alega 'acontecimentos extraordinários' no âmbito da Operação Aletheia, ápice da Lava Jato, que conduziu ex-presidente para depor

Por Julia Affonso, Mateus Coutinho e Fausto Macedo

04 Março 2016 | 09h39

sedepfspdiv

Sede da PF em São Paulo. Foto: Divulgação

A Polícia Federal em São Paulo interrompeu na manhã desta sexta-feira, 4, as atividades em sua sede, no bairro da Lapa, ‘devido aos acontecimentos extraordinários ocorridos nesta manhã, relacionados à deflagração da 24ª fase da Operação Lava Jato’.

“A Superintendência Regional da PF em São Paulo se viu obrigada a interromper o atendimento ao público para garantir a manutenção da ordem e da segurança em suas instalações. O atendimento será retomado às 13h”, informa a corporação em nota.

“Tal medida foi necessária em razão de ocorrência de tumultos defronte a locais de cumprimentos de mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva, sobretudo devido ao grande fluxo de pessoas que são atendidas em nossas instalações”, diz o texto.


[veja_tambem]

A PF destacou que somente serão atendidos os que necessitam retirar seus passaportes porque viajarão nesta sexta, 4, sábado, 5, ou domingo, 6.

“Todos os requerentes de serviços agendados para hoje (4) poderão se dirigir a esta Superintendência Regional de 7 a 16 de março, sem necessidade de novo agendamento, em horário próximo ao anteriormente escolhido e serão atendidos por meio de encaixe.”

A PF pede aos que têm audiências marcadas que entrem em contato com os responsáveis pelos inquéritos policiais, para que sejam agendadas novas datas.

Mais conteúdo sobre:

Lulaoperação Lava Jato