Operação Manigância ataca esquema de fraude em créditos tributários em SP

Operação Manigância ataca esquema de fraude em créditos tributários em SP

PF cumpre mandados de prisão temporária e de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Bragança Paulista e Florianópolis; investigação tem o apoio da Receita

Fausto Macedo e Julia Affonso

22 Março 2018 | 07h36

Foto: PF

A Polícia Federal e a Receita abriram nesta quinta-feira, 22, a Operação Manigância. A investigação mira o comércio de créditos tributários irregulares.

Em nota, a Receita informou que a fraude era realizada por empresas que prestavam consultoria, oferecendo créditos tributários retirados de terceiros e repassando esses valores para clientes que contratavam os serviços. Para ser operacionalizada, além das empresas de consultoria, a fraude contava com a participação de uma analista-tributária da Receita Federal e de um falso auditor-fiscal.

Foto: PF

Após a detecção da fraude pela Receita e de investigações conduzidas pela Polícia, observou-se o total de R$ 64 milhões em créditos aproveitados de maneira irregular.

Estão sendo cumpridos quatro mandados de prisão temporária, contra a servidora da Receita Federal e sócios das empresas de consultoria que intermediavam o repasse dos créditos, e 14 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Bragança Paulista e Florianópolis.

O nome da operação faz referência à técnica ilusionista que faz um objeto desaparecer de um local e aparecer em outro.

Mais conteúdo sobre:

Polícia FederalReceita Federal