O voto de Toffolli por ‘medidas cautelares’ para Palocci

Leia a íntegra do voto do ministro do Supremo no julgamento em que o Supremo, por 7 votos a 4, manteve ex-homem forte dos Governos Lula e Dilma na cadeia da Lava Jato

Da Redação

12 Abril 2018 | 19h24

O Supremo Tribunal Federal, por 7 votos a 4, negou pedido de liberdade ao ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma), preso preventivamente desde setembro de 2016 na Operação Lava Jato. O ministro Dias Toffoli votou assim.”Diante dessas considerações, assentado pela douta maioria o não conhecimento da impetração, peço venia para conceder a ordem de habeas corpus de ofício para substituir a prisão preventiva do paciente por medidas cautelares dela diversas.”

Documento