Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Política

Politica » ‘Ninguém está isento de ser investigado’, diz procurador sobre Lula

Política

Politica

LULA

‘Ninguém está isento de ser investigado’, diz procurador sobre Lula

Ex-presidente não é alvo da Operação Lava Jato, mas seu ex-chefe da Casa Civil, José Dirceu, foi preso nesta segunda, 3, pela Operação Pixuleco

0

Redação

03 Agosto 2015 | 20h08

Lula. Foto: AP

Lula. Foto: AP

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Fausto Macedo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é alvo da Operação Lava Jato, mas o Ministério Público Federal destaca que ‘nenhuma pessoa, num regime republicano, está isenta de ser investigada’. Segundo o procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força-tarefa da Lava Jato, o esquema de corrupção sistematizada na Petrobrás teve início no governo Lula. “Começa com a introdução desses diretores, Paulo Robeto Costa (Abastecimento) e Renato Duque (Serviços)”, disse o procurador.

Costa foi preso em março de 2014 e fez delação premiada – apontou políticos que se teriam beneficiado de propinas do cartel de empreiteiras que assumiu o controle de contratos bilionários na estatal petrolífera. Em troca da delação, ele ganhou prisão domiciliar, com uso de tornozeleira eletrônica.

Renato Duque foi preso em fevereiro de 2015 na Operação ‘Que País é esse?’ Ele está iniciando deleção premiada em Curitiba, onde está recolhido.

Diante da pergunta se Lula pode ser alvo da investigação, o procurador Carlos Lima declarou. “Nenhuma pessoa, num regime republicano, está isenta de ser investigada. Apenas as pessoas com foro privilegiado devem ser investigadas perante órgão com competência. No caso do ex-presidente ele pode ser investigado pelo primeiro grau (da Justiça).”

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentarios