Mulher e filha de Henrique Alves são alvo de buscas da PF

Mulher e filha de Henrique Alves são alvo de buscas da PF

Operação Lavat vasculha em Natal apartamento residencial para apreensão de documentos e arquivos em mídia de posse da jornalista Laurita Arruda Câmara, mulher do ex-ministro de Dilma e Temer, e na casa da filha, Andressa Steimann

Ricardo Araújo, especial para O Estado

26 Outubro 2017 | 11h31

Henrique Eduardo Alves. Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

A mulher e a filha do ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, foram alvos de mandados de busca e apreensão cumpridos por agentes da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira, em Natal. Os policiais voltaram ao apartamento do ex-ministro numa área nobre da capital potiguar para coletarem documentos e arquivos em mídia de posse da mulher dele, a jornalista Laurita Arruda Câmara.

Assessores e familiares ajudam Henrique Alves a ocultar propina, diz Procuradoria

Ela é irmã do empresário Arturo Arruda Câmara, réu na Operação Manus. Além do apartamento de Laurita Arruda Câmara, foi cumprido mandado judicial na casa de Andressa de Azambuja Alves Steinmann, filha de Henrique Eduardo Alves, também em Natal.


RELEMBRE: + Aos gritos de ‘ladrão’ e ‘safado’, ex-ministro de Temer é levado pela PF

+ Na cadeia, Henrique Alves encomenda comida de restaurante, afirma MPF

Henrique Alves recorreu a desembargador preso por venda de sentença, revela grampo

Avião levou milhões para a campanha de Henrique Alves, diz delator

OAS pagou propina a Henrique Alves via conta da campanha de Temer, diz Procuradoria

Outros dois mandados foram expedidos contra os engenheiros Rodrigo Vieira Arruda Câmara e Rafael Vieira Arruda Câmara, primos de Laurita e Arturo Arruda. Eles são proprietários de uma empresa de engenharia prestadora de serviços a diversos órgãos públicos no Rio Grande do Norte. No total, foram expedidos 22 mandados de busca e apreensão a serem cumpridos em Natal e região metropolitana além do interior do Rio Grande do Norte.

Veja abaixo os alvos dos cumprimentos e a relação de cada um deles com o ex-ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves.

1. Aluísio Henrique Dutra Almeida, ex-assessor e empresário
Locais: Residência (Rua Zeza Dutra, 2063 – Morro Branco / Natal)
Bonacci Engenharia e Comércio Ltda. (Av. Amintas Barros, 5399 – Lagoa Nova / Natal)

2. Fernando Leitão de Moraes Júnior, diretor da Bonacci Engenharia e Comércio Ltda.
Locais: Residência (Av. Deodoro da Fonseca, 240 – Apartamento 1103 – Tirol / Natal)
Fazenda (Fazenda Guaramiranga, São José de Mipibu – RN)

3. Condados Contabilidade Empresarial S/S Ltda.
Av. Antônio Basílio, 3006 – Edf. Lagoa Center – Loja 4 – Lagoa Nova / Natal
Referente à empresa Bonacci Engenharia e Comércio Ltda.

4. Andressa de Azambuja Alves Steinmann, filha de Henrique Eduardo Alves
Local: Residência (Av. Floriano Peixoto, 366 – Apartamento 600 – Petrópolis / Natal)

5. Dominiciano Fernandes da Silva, presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura Municipal de Nísia Floresta
Local: Residência (Av. Cap. Mor Gouveia, 2488 – Bloco Genipabu – Apt. 412 – Cidade da Esperança / Natal)
Prefeitura Municipal de Nísia Floresta, Gabinete do Secretário (Rua do Centro Comercial, 47 – Nísia Floresta / RN)
Setor de Licitação da Prefeitura Municipal de Nísia Floresta / RN
Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças de Nísia Floresta / RN

6. Hermann Bento Ledebour, procurador e assessor de Henrique Eduardo Alves
Locais: Residência (Rua Doutor Manoel Dantas, 276 – Apt 1101 – Petropolis / Natal)
InterTV Cabugi

7. José Geraldo Moura Fonseca Júnior, ex-assessor de Henrique Eduardo Alves
Locais: Residência (Rua Cláudio Machado, 595 – Apt 701 Ed. Forest Hill – Petrópolis / Natal)
Fazenda Guaporé, BR-304 / KM-181 – Angicos /RN

8. Laurita Arruda Câmara, mulher de Henrique Eduardo Alves
Local: Residência (Av. Dionísio Filgueira, 864 – Apt 1901 – Petrópolis / Natal)

9. Norton Domingues Masera, assessor do Ministério do Turismo
Locais: Residência (Condomínio Ouro Vermelho 2, Quadra 11, Lote 1 – Brasília)
Gabinete do Ministério do Turismo, em Brasília

10. Rafael Vieira Arruda Câmara, engenheiro proprietário da Conarte Projetos Construções e Serviços Ltda.
Locais: Residência (Av. Gov. Sílvio Pedroza, 246 – Apt 701 – Areia Preta / Natal)
Conarte Projetos Construções e Serviços Ltda. (Rua Ipanguassu, 1033 – Tirol / Natal)

11. Rodrigo Vieira Arruda Câmara, engenheiro proprietário da Conarte Projetos Construções e Serviços Ltda.
Locais:Residência (Av. Lima e Silva, 1453 – Lagoa Nova / Natal)
Conarte Projetos Construções e Serviços Ltda. (Rua Ipanguassu, 1033 – Tirol / Natal

12. George Ricardo França Farias, engenheiro civil
Local: Residência (Rua Abraham Thaim, 1940 – Apt 802 – Condomínio Oásis – Capim Macio / Natal)

13. Jari de Medeiros Rodrigues
Local: Residência (Rua Dr Abelardo Calafange, 1996 – Morro Branco / Natal)

14. Paulo José Rodrigues Silva
Locais: Residências (Rua das Algarobas, Condomínio Itatiaia, Torre Marrom Apt 301 e 302 – Nova Parnamirim – Parnamirim / RN; Rua das Algarobas, 5 – Nova Parnamirim – Parnamirim)

15. Praxis Construtora Ltda.
Rua Pintor Newton Navarro, 2043 – Pitimbu / Natal

16. Clínica Orthos – Dr. Valmar Martins
Rua Vereador João Alves da Silva Filho, 734 – Tirol / Natal

COM A PALAVRA, HENRIQUE ALVES

A afirmação de que terceiros estariam lavando dinheiro de Henrique Alves é absolutamente falsa e mentirosa. Andressa, filha de Henrique, está vendendo um imóvel de sua propriedade para pagar dívidas e garantir sua sobrevivência. A suposição de que a esposa de Henrique, Laurita, tivesse obtido documento falso sobre a sua condição de saúde é uma infâmia que atinge não apenas a ela, mas ao médico que o atende e a este advogado que jamais utilizaria de subterfúgio para enganar a Justiça. Basta uma consulta ao controle de entrada da Academia de Polícia para constatar a visita periódica de fisioterapeuta para tratamento de sua enfermidade. É lamentável que pessoas inocentes sejam envolvidas em investigação estéril e sem qualquer fundamento. A defesa apresentou resposta em que refuta com provas e documentos todas as acusações e confia na Justiça e na absolvição de seu cliente por ser inocente.

Marcelo Leal de Lima Oliveira
OAB/DF 21.932