Morre dona Olga, 96, mãe de Zé Dirceu

Morre dona Olga, 96, mãe de Zé Dirceu

Morte ocorreu na cidade de Passa Quatro, interior de Minas, onde ela residia

Julia Affonso e Luiz Vassallo

17 Julho 2017 | 11h32

O ex- ministro José Dirceu. Foto: Futura Press

Morreu dona Olga Guedes da Silva, de 96 anos, mãe do ex-ministro José Dirceu (Casa Civil/Governo Lula). Ela morava no município de Passa Quatro, interior de Minas.

Zé Dirceu já está em Passa Quatro há alguns dias. Por meio de seus advogados, havia pedido ao juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, permissão para ficar por mais tempo ao lado da mãe.

Moro autorizou Dirceu a permanecer ‘mais uma semana’ com a mãe. Os advogados do ex-ministro alegaram que se agravou o estado de saúde de dona Olga.

O ex-ministro cumpre prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica em Brasília – ele foi condenado em dois processos da Lava Jato a penas que, somadas, atingem 32 anos e um mês de cadeia.

NOTA DE PESAR

O Partido dos Trabalhadores recebe com muita tristeza a notícia do falecimento de Olga Guedes da Silva, mãe do nosso querido companheiro José Dirceu.

Com ela se vai uma vida quase centenária de uma mulher forte e de uma mãe amorosa, que sempre esteve ao lado de seus filhos nos momentos mais difíceis.

Dona Olga, que ficou mais de dez anos sem ter notícia de seu filho José Dirceu, exilado pela ditadura e forçado a viver na clandestinidade em seu próprio país, suportou tudo com serenidade e dignidade. A mesma serenidade e dignidade que Chico Buarque cantou em “Mulheres de Atenas”. Em seu coração de mãe, batia a certeza de que José Dirceu estava vivo e voltaria.

Católica devota, sempre rezava por seu filho “porque em política, assim como você está bem em um dia, no outro pode estar mal”.

Mas, mesmo nessa péssima conjuntura do país, Dona Olga, José Dirceu e toda a sua família estão muito acima das perseguições mesquinhas e do ódio alimentado por uma mídia sem compromisso com a verdade.

Nesse momento de dor e sofrimento, enviamos à família o carinho e os sentimentos de todos os dirigentes e militantes do PT.
Vocês estão em nossos corações, que batem uníssonos com a certeza de que dias melhores virão.

Gleisi Hoffmann – presidenta nacional do PT

Mais conteúdo sobre:

José Dirceu
0 Comentários