‘Meu afastamento foi um equívoco’, diz prefeito de Cabrália alvo da PF

Agnelo Santos (PSD), tirado do cargo nesta terça-feira, 7, por ordem judicial na Operação Fraternos, diz que fatos atribuidos a ele ocorreram quando ainda não tinha assumido chefia do Executivo da cidade no Sul da Bahia

Fausto Macedo e Julia Affonso

08 Novembro 2017 | 10h55

O prefeito de Santa Cruz Cabrália (BA), Agnelo Santos (PSD), afirma que ‘foi um equívoco’ o seu afastamento do cargo, determinado pela Justiça Federal nesta terça-feira, 7. Em nota, Agnelo sustenta que ‘tem a consciência tranquila quanto às acusações’ e que ‘não vê qualquer sentido na decisão proferida’, que o tirou da chefia do Executivo do município ao Sul da Bahia.

Agnelo e outros dois prefeitos da região – Cláudia Oliveira, de Porto Seguro, e Robério Oliveira, de Eunápolis, ambos do mesmo PSD – são alvo da Operação Fraternos, da Polícia Federal, investigação sobre suposto esquema de fraudes em licitações por meio de uma empresa ligada à família dos três.

Robério e Cláudia também foram afastados do cargo.

Cláudia se notabilizou em 2012 quando, em campanha para a administração de Porto Seguro, ainda exercendo mandato de deputada estadual, declarou que iria desviar R$ 1 bilhão de uma ponte que prometia mandar construir se eleita.

Segundo Cláudia dizia, na ocasião, em vídeo divulgado pela TV Globo, a obra seria orçada em R$ 2 bilhões. “Um bi eu fico”, afirmou, às gargalhadas, mesmo alertada por um correlegionário que ‘tudo está sendo gravado’.

Na nota em que apresenta seus argumentos sobre as acusações da PF, Agnelo diz que recebeu ‘com muita surpresa este episódio’. O prefeito afastado afirma que ‘no período dos fatos imputados não era prefeito e sim empresário’.

“Estão me acusando de ser dono de uma empresa que nunca me pertenceu, mas tenho a certeza que tudo será esclarecido.”

“Tenho apenas dez meses de mandato e assumi um município completamente falido, financeira e institucionalmente, em que o nosso povo vivia com a autoestima baixa e sem qualquer expectativa de melhores dias; e estamos vencendo exatamente pela seriedade, dinamismo, competência e compromisso com que tratamos a coisa pública, buscando sempre a melhoria e o bem estar de toda a população, com esforços que não são apenas da minha parte, mas de toda a nossa equipe”, afirma Agnelo.

Tirado da cadeira de prefeito, Agnelo informa que a cidade ‘estará sendo muito bem cuidada pelo nosso querido e competente Carlos Lero, nosso vice-prefeito, que também tanto ama Cabrália e nossa gente!’

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA DO PREFEITO DE CABRÁLIA

“Sinto-me na obrigação de prestar, a toda a minha comunidade do município de Santa Cruz Cabrália e a quem mais possa interessar, esclarecimentos referentes aos últimos acontecimentos da “Operação Fraternos”, realizada nesta terça-feira (7/10), pela Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria Geral da União, no Extremo Sul Baiano, na qual meu nome foi incluído.

Confesso a todos que foi com muita surpresa que recebi este episódio. Tenho a consciência tranquila quanto às acusações que me estão sendo feitas e não vejo qualquer sentido na decisão proferida, que me afasta do mandato de Prefeito, para o qual fui eleito democraticamente pelo voto popular, com mais de 70% dos votos válidos.

Deixo claro, que meu afastamento foi um equivoco, pois no período dos fatos imputados eu não era prefeito e sim empresário. Estão me acusando de ser dono de uma empresa que nunca me pertenceu, mas tenho a certeza que tudo será esclarecido.

Tenho apenas dez meses de mandato e assumi um município completamente falido, financeira e institucionalmente, em que o nosso povo vivia com a autoestima baixa e sem qualquer expectativa de melhores dias; e estamos vencendo exatamente pela seriedade, dinamismo, competência e compromisso com que tratamos a coisa pública, buscando sempre a melhoria e o bem estar de toda a população, com esforços que não são apenas da minha parte, mas de toda a nossa equipe.

Sou muito crente em Deus e confio n’Ele e na própria Justiça, para que tudo seja esclarecido com brevidade; para que a verdade apareça e tudo volte à normalidade, restabelecendo o meu legítimo direito de gerir o destino da minha terra e do meu povo, com a paz e a tranquilidade necessárias para fazermos muito, mas muito mesmo, para toda a nossa população!

Enquanto isto, nossa cidade estará sendo muito bem cuidada pelo nosso querido e competente Carlos Lero, nosso Vice-Prefeito, que também tanto ama Cabrália e nossa gente!

Agradeço a todos os amigos que estão orando e me dando total apoio, neste momento tão difícil da minha vida. Continuemos juntos; nossa Fé e nossa união vão superar tudo!
Obrigado a todos, de todo coração!”
Agnelo Santos Junior

COM A PALAVRA, O PREFEITO EM EXERCÍCIO DE SANTA CRUZ CABRÁLIA

“Estando a frente neste momento da prefeitura de Santa Cruz Cabrália, quero comunicar a população que darei continuidade ao bom trabalho que o prefeito Agnelo vinha desenvolvendo. Tenho maturidade suficiente para saber que fui eleito como vice-prefeito e meu papel é substituir o prefeito em casos de afastamento temporário, seja por questões de saúde, viagens ao exterior ou por qualquer outro motivo.”

“Nada vai mudar em nossa gestão. Nada será feito de forma diferente do que estava sendo feito pelo prefeito Agnelo, até porque vinha dando certo para Cabrália… e continuará dando certo, tenho certeza!”

“Tenho muita confiança em nosso prefeito e muita admiração por ele. Acredito na sua inocência e sei que ele saberá provar isto perante a Justiça. Assim que Agnelo for absolvido, a sua cadeira estará pronta para recebê-lo, com o mesmo amor e carinho de quando assumiu o seu primeiro dia como prefeito, eleito por nosso povo com mais de 70% dos voto válidos.”

“Juntos, com fé em Deus, continuaremos fazendo uma Cabrália melhor!”

Carlos Lero

Prefeito em exercício de Sta Cruz Cabrália

Mais conteúdo sobre:

Polícia FederalPolícia Federal