MC Donald’s é condenado por lagarta em sanduíche

MC Donald’s é condenado por lagarta em sanduíche

Justiça de Brasília determinou que cliente receba indenização de R$ 2 mil

Redação

03 Fevereiro 2015 | 19h00

Atualizada em 4/2, às 11h23

Por Julia Affonso

O MC Donald’s foi condenado pela Justiça de Santa Maria (DF) a indenizar uma cliente que encontrou uma lagarta em um sanduíche. A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Brasília nesta terça-feira, 3.

A empresa deverá pagar R$ 2 mil ‘por fornecimento de alimento impróprio para o consumo’. No processo, a cliente contou que após encontrar a lagarta, reclamou com funcionários da lanchonete, que lhe deram outro sanduíche. O caso ocorreu em novembro de 2013.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A rede internacional de fast food contestou a versão da cliente, afirmando que não haveria prova que atestasse o dano sofrido, não demonstrando que a consumidora esteve no estabelecimento. Segundo o MC Donald’s, o restaurante agiu ‘de forma correta, visto que adota procedimentos adequados de higiene’.

“Assim, diante das fotos apresentadas fica clarividente a responsabilidade da requerida, bem como a inadequação do produto para consumo, eis que a constatação de uma lagarta revela que o alimento não fora devidamente higienizado, caracterizando, portanto, os danos morais indenizáveis, sobretudo em virtude, inclusive, de ser de notório conhecimento que a falta de higiene não está afeto apenas ao sentimento de nojo, mas de saúde pública havendo outras enfermidades de natureza ainda mais graves que abalam a integridade física do indivíduo, sem fazer avessa ao abalo emocional e o constrangimento que extrapolam o mero aborrecimento, assim o que consta nos autos, é que os argumentos da requerida são imotivados, infundados e incapazes de elidir a sua responsabilização”, decidiu a Justiça.

COM A PALAVRA, O MC DONALD’S

A empresa informou por meio de nota que “não comenta processos judiciais em andamento”.