Maluf internado no Sírio

Maluf internado no Sírio

Deputado federal, que cumpre pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias por lavagem de dinheiro, em regime domiciliar vai passar por exames de avaliação a pedido de seu médico

Luiz Vassallo, Luiz Fernando Teixeira e Fausto Macedo

06 Abril 2018 | 19h17

Foto: Breno Pires

O deputado federal Paulo Maluf (PP) foi internado nesta sexta-feira, 6, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo. A informação sobre a internação do ex-prefeito paulistano foi protocolada na Vara de Execuções Penais da Comarca de São Paulo por seus advogados. Maluf cumpre prisão domiciliar desde a última quinta-feira, 5, autorizada pelo ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal.

+ Cármen marca para dia 11 julgamentos de Palocci e Maluf pelo plenário da Corte

Inicialmente, pessoas próximas a Maluf informaram que ele havia passado mal. No início da noite, a assessoria do deputado informou que o parlamentar foi internado a pedido de seu médico para exames de avaliação.

+ Maluf devolve apartamento funcional e terá de pagar multa de R$ 10,4 mil

De acordo com o médico particular de Maluf, professor Sérgio Carlos Nahas, o deputado está sendo examinado pelo ortopedista Roberto Basile, o urologista Miguel Srougi, e o pneumologista Ronaldo Kairalla.

+ ‘O que está acontecendo com o STF?’, questiona procurador após Maluf em casa

“O deputado sofre de bronco pneumonia aspirativa, atrofia de membros inferiores com distúrbio de marcha devido a compressão de raízes nervosas na região lombar da coluna vertebral e encontra-se debilitado com perda de força muscular”, diz Nahas.

Maluf também está em tratamento de um câncer de próstata.