Lula não passará por exame de corpo de delito ao chegar na capital da Lava Jato

Lula não passará por exame de corpo de delito ao chegar na capital da Lava Jato

Depois de preso, ex-presidente rumará direto à sede da PF em Curitiba, onde está reservada uma espécie de sala de Estado-Maior adaptada para ele, por ordem de Moro, isolada da carceragem, com banheiro privativo, cama e colchão e sem grades

Fábio Serapião e Ricardo Brandt, enviados especiais a Curitiba, Fausto Macedo e Luiz Vassallo

06 Abril 2018 | 16h40

PF em Curitiba: sala do cárcere de Lula fica abaixo do heliponto. FOTO ALEX SILVA/ESTADÃO

O ex-presidente  Luiz Inácio Lula da Silva não vai fazer exame de corpo de delito quando chegar em Curitiba, a capital da  Operação Lava Jato. Aos 72 anos e em busca do direito de concorrer ao seu terceiro mandato, o petista teve a prisão decretada nesta quinta-feira, 5, pelo juiz federal Sérgio Moro, que concedeu a ele a oportunidade de se apresentar “voluntariamente” até as 17h de hoje na Polícia Federal, na capital paranaense, “em atenção à dignidade do cargo que ocupou”.

À partir das 17h01, a PF pode cumprir o mandado de prisão, decorrente da ordem de execução da pena de 12 anos e 1 mês, em regime fechado, decretada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), em 24 de janeiro.

Documento

Até as 15h desta sexta-feira, 6, dia marcado para Lula se entregar à Justiça e iniciar sua pena na Lava Jato, os advogados do ex-presidente não haviam entrado em contato com a PF, como determinou Moro, em seu despacho. “Os detalhes da apresentação deverão combinados com a Defesa diretamente com o Delegado da Polícia Federal Maurício Valeixo, também Superintendente da Polícia Federal no Paraná”, registra o despacho, expedido às 17h50 de ontem.

Lula não deve se apresentar às PF, conforme aliados do PT. O petista está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC desde que soube da notícia e deve aguardar a PF no local – que está cercado por militantes e apoiadores.

Não há prazo para que a polícia cumpra a ordem, nem deve haver um novo documento determinando seu cumprimento. Ela só não deve ser executada no período da noite.

A sala reservada especialmente para receber Lula , não tem grades de celas nas janelas nem na porta, tem iluminação interna, banheiro exclusivo e está isolada da Custódia, onde ficam encarcerados os presos comuns. Com cerca de 15 metros quadrados, só uma cama foi colocada no local. Será nesse ambiente, similar a uma sala de Estado-Maior, como classificou Moro no despacho, que ele poderá receber visitas e seus advogados.

O dormitório onde Lula iniciará seu cumprimento de pena fica com acesso direto ao heliponto, por isso, assim que chegar a Curitiba, ele deve ser levado à sede da PF de helicóptero.

O exame de corpo de delito seria realizado se houvesse necessidade de transferência do preso para uma unidade de outro sistema prisional, como o Complexo Médio Penal (CMP), de Pinhais, responsabilidade do governo do Estado, onde estão alguns dos presos da Lava Jato.

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoLulaSérgio Moro