Leia a denúncia de Janot contra o deputado José Guimarães

Leia a denúncia de Janot contra o deputado José Guimarães

Em 71 páginas, procurador-geral da República acusa petista de corrupção passiva e lavagem de dinheiro e pede a decretação da perda da função pública do parlamentar 'por violação de seus deveres para com o Poder Público e a sociedade'

Fausto Macedo e Julia Affonso

21 Dezembro 2016 | 05h35

José Guimarães. Foto: Dida Sampaio/Estadão

José Guimarães. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Em 71 páginas, o procurador-geral da República Rodrigo Janot denunciou o deputado José Guimarães (PT/CE) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Além do petista foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal o lobista Alexandre Romano, o Chambinho. De acordo com a denúncia, resultante das investigações da Operação Lava Jato, José Guimarães, ex-líder do Governo Dilma na Câmara, e Chambinho, receberam propina em troca de auxílio para a liberação de empréstimo de R$ 260 milhões do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) em favor da Engevix, para a construção de usinas eólicas na Bahia.

Em nota, o deputado disse que jamais intermediou recursos junto ao BNB.

A denúncia foi ajuizada no último dia 5, no Inquérito 4259, e está sob relatoria do ministro do STF, Edson Fachin.
Segundo a Procuradoria, a investigação surgiu a partir de acordo de colaboração premiada firmado na Operação Lava Jato ‘com o advogado ligado ao Partido dos Trabalhadores (PT) Alexandre Romano, que se revelou como um dos principais articuladores do esquema de recebimento e repasse de propinas para o partido’.

Janot afirma que o deputado petista recebeu R$ 97,8 mil em propinas. Parte desse dinheiro teria sido destinada a uma empresa que produz santinhos e outros materiais de campanha eleitoral.

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoJosé Guimarães