Lava Jato anuncia devolução de R$ 600 milhões à Petrobrás

Lava Jato anuncia devolução de R$ 600 milhões à Petrobrás

Força-tarefa do Ministério Público Federal no Paraná realiza na próxima quinta, 7, encontro com o presidente da estatal petrolífera para repassar 'a maior quantia' já recuperada por meio de acordos de delação e de leniência

Ricardo Brandt, Luiz Vassallo e Julia Affonso

04 Dezembro 2017 | 16h50

Petrobrás. Foto: PAULO VITOR/AGENCIA ESTADO/AE

O Ministério Público Federal no Paraná anunciou nesta segunda-feira, 4, que vai realizar a devolução de R$ 600 milhões à Petrobrás, recuperados por meio de acordos de delação premiada e de leniência celebrados no âmbito da Operação Lava Jato. “Será a maior quantia já devolvida em uma investigação criminal no país”, revela a Procuradoria.

+ Raquel diz que Barata formou ‘seu vasto patrimônio no caldo de cultura de corrupção do Rio’
+ Relator da Lava Jato conclui voto sobre condenação de Lula no caso triplex

O repasse será feito na quinta-feira, 7, diretamente à Petrobrás durante evento com o presidente da estatal petrolífera, Pedro Parente, em Curitiba – base e origem da Lava Jato.


+ Defesa de André Vargas pede mensagens entre delegado da Lava Jato e contadora de Youssef

Será a quarta devolução da Lava Jato à Petrobrás. Em novembro de 2016, o Ministério Público Federal no Paraná comunicou a restituição de R$ 204,2 milhões em recursos da corrupção recuperados pela Operação Lava Jato para a estatal.
A soma das três transferências anteriores bateu em R$ 500 milhões.

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoPetrobrás