1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Justiça condena PR por promover Tiririca em propaganda partidária

Mateus Coutinho

20 março 2014 | 21:02

Sigla deve perder 5 minutos de tempo de TV por inserção que mostra apenas o parlamentar, sem apresentar propostas da legenda

por Mateus Coutinho

Ao dizer em uma propaganda eleitoral que “continua na política”, o deputado federal Tiririca (PR-SP), o mais votado em 2010, com mais de 1,3 milhão de votos, acabou levando à condenação do seu partido pela Justiça Eleitoral. Nesta quinta-feira, 20, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo determinou, por unanimidade, a perda de 5 minutos no tempo de propaganda do PR na TV no próximo semestre por promover o nome de Tiririca.

A medida atende à representação protocolada pela Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP) contra a sigla. Nela, o procurador regional eleitoral substituto, Paulo Thadeu Gomes, afirma que “o filiado simplesmente apresenta-se ao público como notório pré-candidato nas eleições que se avizinham” nas inserções que foram ao ar entre novembro e dezembro de 2013.

Foto: Reprodução

A fala do parlamentar, que sequer tem relação com a legenda, mostra, segundo o procurador,  ”a clara utilização de programa que deveria ser destinado a divulgar temas relativos ao partido para defesa de interesses pessoais, com intuito evidentemente eleitoreiro, o que em nada se relaciona à grei e foge os estritos propósitos da propaganda partidária”.

A assessoria do PR não foi encontrada para comentar a decisão da Justiça. O partido ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Confira abaixo o vídeo do parlamentar veiculado no ano passado: