Joesley relata propina de R$ 6 mi a Marcos Pereira, ministro de Temer

Joesley relata propina de R$ 6 mi a Marcos Pereira, ministro de Temer

Executivo da JBS diz à Procuradoria que pagamento ao titular da Pasta da Indústria e Comércio foi feito em troca da aprovação de empréstimo de R$ 2,7 bilhões da Caixa

Lucas Baldez, leonencio Nossa, Beatriz Bulla, Fábio Fabrini e Fábio Serapião

19 Maio 2017 | 19h43

Marcos Pereira. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

Em seu depoimento de delação premiada, o empresário Joesley Batista, dono da JBS, disse que acertou pagamento de R$ 6 milhões ’em propina’ ao ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB). O termo de colaboração entre o executivo e o Ministério Público Federal descreve que o acerto foi feito em troca da aprovação de um empréstimo de R$ 2,7 bilhões da Caixa Econômica Federal. A negociação teria sido mediada pelo vice-presidente da Caixa, Antônio Carlos Ferreira, que dependeria da transferência dos valores para permanecer no cargo, já que deveria atender “certos pedidos feitos por quem lhe indicou”.

Segundo o texto divulgado pelo Ministério Público Federal, Joesley disse ainda que Marcos Pereira, presidente do PRB, o procurou pessoalmente no início de 2016 para acertarem o pagamento da propina em parcelas de 500 mil reais. Até o momento da delação, já haviam sido quitados 4,2 milhões, segundo o empresário.

A última parcela, no valor 700 mil reais, teria sido paga diretamente ao ministro, no dia 24 de março deste ano, em um encontro entre os dois na casa de Joesley. O empresário disse que havia sido cobrado no mesmo dia por Antônio Carlos Ferreira pelo suposto atraso. Segundo o depoimento, o vice-presidente da Caixa teria frisado que todo o dinheiro deveria ser destinado a Marcos Pereira.


COM A PALAVRA, MARCOS PEREIRA

As afirmações constantes da delação premiada de Joesley Batista não são verdadeiras. Estou à disposição das autoridades para prestar os esclarecimentos necessários e afastar qualquer dúvida sobre minha conduta.

Marcos Pereira
Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços

Mais conteúdo sobre:

operação Lava JatoMarcos Pereira