Janot e advogado de Joesley não trataram de ‘assuntos profissionais’ no boteco, diz Procuradoria

Janot e advogado de Joesley não trataram de ‘assuntos profissionais’ no boteco, diz Procuradoria

No último sábado (9), Janot e Pierpaolo foram flagrados numa mesa de bar em Brasília, conforme divulgado no site O Antagonista

Rafael Moraes Moura e Luiz Vassallo

10 Setembro 2017 | 13h40

Foto: Reprodução/O Antagonista

Brasília – A Procuradoria-Geral da República informou em nota enviada neste domingo (10) que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o advogado Pierpaolo Bottini, que defende o empresário Joesley Batista, do grupo J&F, não trataram de assuntos profissionais durante encontro em um boteco de Brasília.

 No último sábado (9), Janot e Pierpaolo foram flagrados numa mesa de bar em Brasília, conforme divulgado no site O Antagonista. Os dois teriam conversado por 20 minutos.

 Procurado pela reportagem, Pierpaolo não comentou o episódio.


 Confira abaixo a integra da nota da PGR:

 “Acerca da nota publicada pelo site O Antagonista, a Procuradoria-Geral da República esclarece que o procurador-geral da República frequenta o local rotineiramente. Não foi tratado qualquer assunto de natureza profissional, apenas amenidades que a boa educação e cordialidade prezam entre duas pessoas que se conhecem por atuarem na área jurídica.”