‘Eu sequer tenho opção de cumprir ou não cumprir’, afirma Moro sobre ordem de prisão para Lula

‘Eu sequer tenho opção de cumprir ou não cumprir’, afirma Moro sobre ordem de prisão para Lula

Juiz da Lava Jato, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, disse que 'é cumpridor da ordem' do TRF-4 que mandou prender ex-presidente, o que depende de o Supremo negar pedido de habeas corpus ao petista

Redação

26 Março 2018 | 23h49

Sérgio Moro. Foto: Reprodução

Questionado no programa Roda Viva, da TV Cultura, sobre se está ‘tudo pronto’ para a prisão do ex-presidente Lula e se o petista terá direito a uma cela especial caso o Supremo Tribunal Federal negue o pedido de habeas corpus preventivo, o juiz Sérgio Moro declarou. “No caso concreto, a decisão não cabe a mim, cabe ao Tribunal Regional Federal (TRF-4, o Tribunal da Lava Jato).”

Em janeiro, por unanimidade, o TRF-4 condenou Lula a 12 anos e um mês de prisão no processo do triplex do Guarujá e mandou prender o ex-presidente, desde que esgotados os recursos de sua competência. Mas, na última quinta-feira, 22, o Supremo deu liminar e salvo-conduto para Lula, o que o livra da prisão da Lava Jato, pelo menos até o próximo dia 4, quando o mérito do pedido de habeas corpus do petista será julgado.

“Vou seguir a decisão do tribunal (TRF-4)”, avisou Moro.

Sobre onde Lula vai ficar preso, o juiz disse. “A forma como vai ser feita é um passo um pouco adiante. Se vai chegar esse momento aí sim vamos fazer as reflexões necessárias para que a ordem seja bem cumprida e evitar qualquer espécie de risco para o ex-presidente.”

Mais conteúdo sobre:

Lulaoperação Lava Jato