‘Em nome da mãe’, da PF, descobre fraudes millionárias no salário-maternidade

‘Em nome da mãe’, da PF, descobre fraudes millionárias no salário-maternidade

Operação conjunta da Polícia Federal e da Gerência Executiva do INSS em Caxias do Sul cumpre quatro mandados de prisão e sete de buscas

Julia Affonso e Luiz Vassallo

15 Março 2018 | 11h24

Foto: PF

A Polícia Federal e a Gerência Executiva do INSS em Caxias do Sul (RS) deflagraram nesta quinta-feira, 15, a Operação ‘Em nome da mãe’, contra fraudes na concessão de benefícios previdenciários, especialmente salário-maternidade. Estão sendo cumpridos sete mandados de busca e apreensão e quatro de prisão ‘a fim de arrecadar provas’.

Segundo a PF, a análise prévia de alguns benefícios concedidos ‘indica que o prejuízo causado pode ser milionário’.

No curso da investigação, iniciada em setembro de 2017, a PF descobriu uma quadrilha que solicitou a concessão de mais de quinhentos benefícios de salário-maternidade, sendo que, pelo menos, 224 foram concedidos.

Todos os benefícios encaminhados pelos investigados serão auditados pelo INSS.

A PF destacou que os envolvidos vão responder formalmente por estelionato contra a União e associação criminosa.

Mais conteúdo sobre:

Polícia FederalINSS