De bem com a vida

De bem com a vida

Ex-governador Garotinho, alvo de investigação sobre compra de votos nas eleições de Campos dos Goytacazes, passa os dias se exercitando

Fausto Macedo, Julia Affonso e Mateus Coutinho

18 Dezembro 2016 | 04h30

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

O ex-governador do Rio Garotinho (PR), alvo de investigação sobre compra de votos nas eleições de Campos dos Goytacazes, no interior do Estado, está de bem com a vida. Durante a semana, Garotinho publicou um vídeo em sua rede social e mostrou que está se exercitando.

No vídeo, Garotinho diz que está na fase do alongamento, após ter feito ginástica. O ex-governador chama os internautas para um bate-papo em sua rede social sobre teto de gastos e limitação do teto dos salários.

Em 16 de novembro, Garotinho foi preso na Operação Chequinho, sob suspeita de usar o programa social Cheque Cidadão para comprar votos em Campos dos Goytacazes. Após passar mal na prisão, Garotinho foi transferido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio, mas voltou a ser levado ao presídio de Bangu depois de receber atendimento médico.

Dias depois, por decisão da ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Garotinho foi transferido para um hospital particular da zona norte do Rio. O ex-governador foi submetido a uma angioplastia para colocação de stent. O cateterismo realizado identificou obstrução da artéria coronária direita.

Em 25 de novembro, Garotinho pagou a fiança de R$ 88 mil estipulada pelo TSE para revogar sua prisão preventiva. O Tribunal decidiu liberar o ex-governador por 6 votos a 1.

Mais conteúdo sobre:

GarotinhoOperação Chequinho