1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

FAUSTO MACEDO é repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (fausto.macedo@estadao.com) Colaboração: Mateus Coutinho, repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (mateus.coutinho@estadao.com), e Julia Affonso, repórter do jornal “O Estado de S.Paulo” (julia.affonso@estadao.com)
sexta-feira 28/08/15 05:00

Consórcio contratado na gestão Kassab em SP foi usado para propina na Petrobrás, diz Youssef

realparque

Por Mateus Coutinho [caption id="attachment_24431" align="aligncenter" width="473"]realparque Revitalização da Favela Real Parque, em São Paulo. Foto: Divulgação[/caption] O doleiro Alberto Youssef afirmou a investigadores da Lava Jato que os R$ 431 mil recebidos por ele do Consórcio Sehab - contratado pela Prefeitura de São Paulo em 2010 para as obras de revitalização da Favela Real Parque - foram, na verdade, referentes a propina para o ex-diretor de Abastecimento Paulo Roberto Costa e ...

Ler post
sexta-feira 28/08/15 05:00

Ex-deputado usava email ‘Nossa Senhora Aparecida’ para combinar propina

nsa

[caption id="attachment_24331" align="aligncenter" width="478"]Pedro Corrêa. Foto: Reprodução Pedro Corrêa. Foto: Reprodução[/caption] Por Julia Affonso, Ricardo Brandt e Fausto Macedo O ex-assessor parlamentar Ivan Vernon, que trabalhou no gabinete do ex-deputado Pedro Corrêa (PP/PE), afirmou em depoimento à Justiça Federal nesta quarta-feira, 26, que após a cassação do ex-parlamentar no Mensalão, em março de 2006, ele passou a usar um e-mail em nome de Nossa Senhora Aparecida Consultoria. Segundo o Ministério Público Federal, a conta ...

Ler post
sexta-feira 28/08/15 04:00

Laudo aponta que 80% de dinheiro de Dirceu não passou por contas

trecho laudo pf sobre movimentação financeira e imoveis

[caption id="attachment_22660" align="aligncenter" width="491"]José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão[/caption] Por Fausto Macedo, Ricardo Brandt e Julia Affonso Laudo da Polícia Federal aponta que 80% dos rendimentos declarados pelo ex-ministro José Dirceu não transitaram por suas contas bancárias e que dos R$ 4 milhões que ele declarou ter obtido como rendimento dos serviços de consultor na JD Assessoria e Consultoria, apenas R$ 1 milhão passou por suas contas analisadas. "Totalizando-se, ...

Ler post
quinta-feira 27/08/15 20:01

PF indicia ex-presidente da Eletronuclear por corrupção, lavagem e organização criminosa

emailothon2

Por Ricardo Brandt, Mateus Coutinho e Fausto Macedo

Othon Luiz. Foto: Alaor Filho/AE

Othon Luiz. Foto: Alaor Filho/AE

A Polícia Federal indiciou o almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear, pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e organização criminosa. Preso desde 28 de julho na Operação Radiotividade, desdobramento da Lava Jato, Othon Luiz, apontado como pai do programa nuclear, é suspeito de ter recebido propinas nas obras da usina de Angra3.

Pelo menos R$ 4,5 milhões foram rastreados em uma conta da Aratec Engenharia, controlada por ele, mas os investigadores suspeitam que o almirante possa ter recebido R$ 30 milhões no total.

VEJA A ÍNTEGRA DO RELATÓRIO DA PF INDICIANDO O ALMIRANTE E OUTROS SETE INVESTIGADOS

Em relatório de 30 páginas, a PF indiciou oito investigados – além de Othon Luiz, uma filha dele, Ana Cristina Toniolo, o executivo Flávio David Barra, presidente da Andrade Gutierrez Energia, e cinco supostos intermediários do dinheiro ilícito.

“Há evidências de que as empresas que compõem o consórcio Angramon, vencedor da licitação para a montagem eletromecânica da usina nuclear de Angra 3, fizeram um ajuste para que houvesse a divisão das partes que seriam licitadas na obra, de sorte que o procedimento licitatório ocorresse apenas para chancelar algo que já havia sido adrede combinado entre as mesmas”, afirma a delegada da PF Erika Mialik Marena, do Grupo de Trabalho da Lava Jato.

imagemindiciamentoothon2

A PF destaca que , antes mesmo da divisão, existem indícios de que o edital de pré-qualificação de 2011 já teria sido direcionado “para aquelas empresas que vieram efetivamente a assinar o contrato em 2014″.

+ Supremo reconhece delação de Youssef

+ Odebrecht quer impedir o envio de dados bancários da Suíça ao Brasil

O nome do almirante Othon surgiu na Lava Jato a partir da delação premiada de um ex-executivo da Camargo Corrêa, Dalton dos Santos Avancini. À força-tarefa da Lava Jato, Avancini relatou que um outro executivo da empreiteira sabia detalhes de valores que teriam sido repassados ao ex-presidente da Eletronuclear nas obras de Angra3.

imagemindiciamentoothon1

No relatório, a PF transcreve o depoimento de um executivo da Engevix, José Antunes Sobrinho, que contou ter recebido pedido de ‘apoio’ do almirante para um ‘projeto’.

Com os alvos da Radioatividade, a PF confiscou 68 HDs/computadores/notebooks, 29 celulares/tablets, 71 dispositivos USB/pendrives, 24 CDs/DVDs, 34 dispositivos diversos (como disquetes/fitas).

A PF apreendeu um e-mail de Antunes para o executivo Samuel Fayad. Na mensagem, enviada em 21 de agosto de 2014, às 18h40, Fayad diz a Antunes. “Estive hoje com Othon. Ele estará convocando o Roberto e o Lima para fechar de vez o assunto aditivo. É certo que Othon vai te chamar para participar. Percebi que há um movimento da AF para afastar a Engevix. Colntunio segurando. Abs e bons negócios.”

CONFIRA OS E-MAILS INTERCEPTADOS PELA PF

emailothon2

Outro e-mail, este de Antunes para executivos da Engevix, foi enviado dia 18 de outubro de 2014, às 12h31. Nele, Antunes observa. “Se precisarem de alguma ação minha com o Othon ou com AF/Lima, por motivos óbvios de minha relação, conhecimento do setor e histórico, podem contar comigo.”

Antunes diz que sua ‘inserção será pontual e específica’. “Já com aditivos resolvidos os temas devem ser tratados diretamente entre vocês.”

emailothon1

A PF informa o juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato, que é importante “aprofundar a pesquisa a respeito da autoria, isto é, dos executivos de cada empresa que efetivamente tomaram parte nos ajustes, tanto aquele que possivelmente direcionou o edital da pré-qualificação, quanto aquele feito internamente entre os participantes dos consórcios Una 3 e Angra 3 quanto à divisão dos pacotes licitados”.

+ Delator ‘descobre’ conta de R$ 12 milhões em Montevidéu

O relatório da Polícia Federal sugere aprofundar a investigação sobre ‘quais servidores’ da Eletronuclear tiveram participação na definição dos critérios da pré-qualificação do EditalGAC.T/CN-005/11 da Gerência de Administração Contratual da estatal e em atos posteriores ‘que vieram a beneficiar as empresas investigadas’.

A delegada Erika Mialik Marena pede também ao juiz Moro autorização para compartilhar todos os documentos da Radioatividade com o Tribunal de Contas da União (TCU), que pediu acesso aos dados relativos a Angra3 a fim de que possa subsidiar as ações de controle externo.

Todos os indiciados pela PF negam a prática de ilícitos. Em depoimento à PF, o almirante Othon Luiz afirma que não recebeu propinas e que se sente ofendido diante das acusações. Ana Cristina Toniolo, sua filha, disse que os R$ 4,5 milhões para a Aratec eram relativos a trabalhos de tradução. O executivo da Andrade Gutierrez Energia e os outros cinco indiciados também rechaçaram suspeita de repasse de propinas para o pai do programa nuclear brasileiro.

Ler post
quinta-feira 27/08/15 13:25

Justiça absolve ex-catadora analfabeta por venda de CDs piratas

Foto: Paige Foster/Free Images

[caption id="attachment_24371" align="aligncenter" width="491"]Foto: Paige Foster/Free Images Foto: Paige Foster/Free Images[/caption] Por Fausto Macedo e Julia Affonso O Tribunal de Justiça do Estado confirmou uma decisão de primeira instância que, a pedido da Defensoria Pública de São Paulo, absolveu uma ex-catadora de papelão da acusação de crime de violação de direito autoral. Segundo o processo, ela vendeu na cidade de Ribeirão Preto (SP) 20 CDs e DVDs piratas em junho de 2008. A Corte ...

Ler post
quinta-feira 27/08/15 12:37

Dirceu vai ficar em silêncio na CPI, diz defesa

[caption id="attachment_22660" align="aligncenter" width="491"]José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão José Dirceu. Foto: André Dusek/Estadão[/caption] Por Daiene Cardoso e Fausto Macedo O ex-ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu (Governo Lula), vai ficar em silêncio na CPI da Petrobrás. A informação é do advogado penalista Roberto Podval, defensor de Dirceu. "Em respeito à CPI, naturalmente, ele (Dirceu) vai acatar a intimação, mas não posso permitir que ele fale à Comissão Parlamentar de Inquérito antes de ...

Ler post
quinta-feira 27/08/15 11:29

STJ nega habeas a Lidiane, a prefeita foragida

hc-lidiane

[caption id="attachment_24141" align="aligncenter" width="493"]Lidiane está foragida. Foto: Reprodução Lidiane está foragida. Foto: Reprodução[/caption] Por Julia Affonso e Fausto Macedo O Superior Tribunal de Justiça negou na noite desta quarta-feira, 26, pedido de liminar em habeas corpus para Lidiane Leite da Silva (sem partido-MA), a Lidiane Rocha, prefeita foragida de Bom Jardim, no interior do Maranhão. Ela é suspeita de fraudes em licitação e desvio em recursos de merenda escolar e está sendo procurada ...

Ler post
quarta-feira 26/08/15 20:34

Procurador diz que aumentou multa para delator de Eduardo Cunha

Janot durante sabatina. Foto: André Dusek/Estadão

[caption id="attachment_24325" align="aligncenter" width="502"]Janot durante sabatina. Foto: André Dusek/Estadão Janot durante sabatina. Foto: André Dusek/Estadão[/caption] Por Talita Fernandes, Beatriz Bulla, Ricardo Brito e Julia Affonso O procurador-geral da República Rodrigo Janot disse nesta quarta-feira, 26, que o delator Júlio Camargo , que acusa o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), de pressioná-lo por uma propina de US$ 5 milhões em 2011, teve ampliada a multa prevista no acordo de colaboração premiada. Pelo ...

Ler post
quarta-feira 26/08/15 18:25

TST condena Odebrecht e Pirâmide por ‘condições precárias de trabalho’ em Angola

Biocom. Foto: Reprodução/Biocom

[caption id="attachment_24316" align="aligncenter" width="393"]Biocom. Foto: Reprodução/Biocom Biocom. Foto: Reprodução/Biocom[/caption] Atualizada às 18h42 Por Julia Affonso e Fausto Macedo A Quarta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que a Construtora Norberto Odebrecht e a empresa Pirâmide Assistência Técnica Ltda. indenizem em R$ 100 mil um operário brasileiro que prestou serviços na construção de usina de bioenergia em Angola. As empresas foram condenadas por condições precárias de higiene e trabalho com restrição ...

Ler post