1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

FAUSTO MACEDO é repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (fausto.macedo@estadao.com) Colaboração: Mateus Coutinho, repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (mateus.coutinho@estadao.com), e Julia Affonso, repórter do jornal “O Estado de S.Paulo” (julia.affonso@estadao.com)
quarta-feira 22/10/14 20:26

PF prende em Roraima supertraficante colombiano

marquitosfigueroa2

Por Fausto Macedo [caption id="attachment_7585" align="aligncenter" width="480"]marquitosfigueroa2 Foto: Divulgação[/caption] A Polícia Federal prendeu nesta quarta feira, 22, o supertraficante colombiano Marcos de Jesus Figueroa Garcia, o ‘Marquito Figueroa’. Ele foi localizado em Boa Vista, Roraima, no Norte do País. Equipes da PF de São Paulo e de Roraima fizeram o cerco ao traficante. “Marquito Figueroa” era procurado no mundo inteiro, desde que seu nome foi lançado na difusão vermelha da Interpol, a Polícia Internacional com conexão ...

Ler post
quarta-feira 22/10/14 18:45

Sobrinho do governador do Acre é acusado por fraude em licitação da Saúde

Por Ricardo Brandt O Ministério Público Federal denunciou por fraude em licitação na área da saúde dois servidores públicos da Secretaria Estadual de Saúde do Acre, um deles sobrinho do governador Tião Viana (PT) - Tiago Viana Neves Paiva -, e sócios da empresa CENTTRO Medicina Diagnóstica Ltda, alvo da Operação G7, deflagrada pela Polícia Federal em 2013. Segundo a denúncia, os acusados fraudaram licitação em 2012 para contratação de empresa de radiologia médica para atuar nas unidades de saúde do Estado, ...

Ler post
quarta-feira 22/10/14 16:15

Doleira da Lava Jato é condenada a 18 anos de prisão

nelmakodamarep

Por Mateus Coutinho, Fausto Macedo e Ricardo Brandt nelmakodamarep A doleira Nelma Kodama, também conhecida como "Dama do Mercado", foi condenada a 18 anos de prisão e multa por liderar um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que teria movimentado de forma fraudulenta R$ 221 milhões em dois anos e enviado para o exterior outros de U$S 5,2 milhões por meio de 91 operações de câmbio irregulares. Nelma foi ...

Ler post
quarta-feira 22/10/14 15:30

Procuradoria revela 31 candidaturas fictícias de mulheres em Minas

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Por Julia Affonso

A Procuradoria Regional Eleitoral em Minas Gerais (PRE-MG) identificou pelo menos 31 registros fraudulentos de candidaturas femininas nas eleições de 2014. Para a Procuradoria, há indícios de falsidade ideológica praticada por dirigentes ou representantes de partidos políticos que apresentaram os pedidos de registro fraudulentos.

“A fraude ficou evidenciada, algumas sequer sabiam da candidatura”, afirma o procurador regional eleitoral Patrick Salgado. “Vimos casos absurdos de registros de mulheres com fotos extraídas do Facebook. No desespero, como não existiam candidatas mulheres em números adequados, fizeram de tudo.”

A suspeita da PRE-MG é que dirigentes partidários teriam usado as candidaturas para cumprir a cota estabelecida na Lei 9.504/97. Em 1997, a Lei das Eleições passou a prever a reserva de vagas para a participação feminina nos cargos proporcionais – vereador, deputado estadual, distrital e federal. Em 2009, com a sanção da lei, a participação tornou-se obrigatória. O novo texto estipula que sejam preenchidas – e não apenas reservadas – um mínimo de 30% de vagas para o sexo feminino.

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

Cerca de 1.900 candidaturas foram investigadas pela Procuradoria. Em 22 casos apontados pela Procuradoria em Minas, a mulher inscrita pela coligação ou partido não tinha conhecimento de que seu nome e dados pessoais estavam sendo utilizados. Nos outros nove registros, as assinaturas que constaram dos formulários de pedido de registro de candidatura não eram verdadeiras.

“As mulheres irregularmente inscritas pelos partidos, como qualquer candidato, ficam obrigadas a prestar contas da campanha eleitoral. A não prestação de contas pode resultar, posteriormente, na falta de quitação eleitoral e em outras consequências decorrentes dessa situação”, afirma Salgado.

A documentação apresentada pelo partido no pedido de registro das candidaturas chamou a atenção da Procuradoria. Em muitos casos, faltam comprovantes básicos como a carteira de identidade das mulheres.

Segundo ele, a apresentação de informações falsas, com o intuito de aparentar o cumprimento da cota de gênero, responsabiliza criminalmente o representante ou dirigente do partido ou da coligação que tenha sido responsável pela apresentação dos pedidos de registro de candidaturas “laranjas”, assim como eventuais mulheres coautoras da fraude, ou seja, aquelas que simularam candidatura, mas nem chegaram a fazer campanha.

Os casos identificados pela PRE-MG foram encaminhados aos promotores eleitorais para a continuidade das investigações criminais. A pena para o crime de falsidade ideológica pode chegar até 5 anos de reclusão, com pagamento de multa.

Ler post
quarta-feira 22/10/14 14:13

Doleiro quer acareação com acusador do PSDB

Por Ricardo Brandt e Fausto Macedo A defesa de Alberto Youssef desafiou nesta quarta-feira, 22, Leonardo Meirelles, apontado como “testa de ferro” do doleiro no laboratório Labogen, a provar o envolvimento do PSDB no esquema de corrupção da Petrobrás desbaratado pela Operação Lava Jato da Polícia Federal. O criminalista Antônio Figueiredo Basto, que defende Youssef, afirmou que seu cliente está disposto a fazer uma acareação com Meirelles, colocando-se frente a frente com o juiz federal Sérgio Moro, da 13.ª Vara Federal, em ...

Ler post
quarta-feira 22/10/14 05:00

Dois ex-deputados e um vereador, ligados à Universal, são condenados por corrupção

Da esquerda para a direita: Abramo, Salustiano e Rodrigues. Fotos: Divulgação.

Por Fausto Macedo e Julia Affonso A Justiça Federal em São Paulo condenou por corrupção dois ex-deputados federais e um vereador, todos ligados à Igreja Universal do Reino de Deus, por envolvimento com a Máfia das Ambulâncias que, em 2006, foi desmontada pela Polícia Federal durante a Operação Sanguessuga - investigação sobre fraudes milionárias em licitações e desvio de verbas de emendas parlamentares destinadas à rede de saúde pública. Em sentença de 50 páginas, o juiz Ali Mazloum, da 7.ª Vara Criminal ...

Ler post
quarta-feira 22/10/14 01:41

Condenado por assassinato de Dorothy Stang se entrega à Justiça no Pará

Dorothy Stang. Foto: Carlos Silva/AE/Reuters

Por Julia Affonso Um dos condenados pelo assassinato da missionária Dorothy Mae Stang se apresentou à Justiça do Pará nesta segunda-feira, 20. Clodoaldo Carlos Batista foi considerado foragido após violar regras do regime aberto, pelo qual cumpria pena de 17 anos de prisão. Ele era comparsa do pistoleiro Rayfran das Neves Sales, o Fogoió, assassino de Stang. A missionária americana naturalizada brasileira tinha 73 anos e foi morta com seis tiros, pelas costas, em Anapu, em fevereiro de 2005. Ela denunciou ...

Ler post
terça-feira 21/10/14 19:00

Justiça do DF aceita denúncia contra Arruda

José Roberto Arruda, ex-governador do DF. Foto: André Dusek/Estadão

Por Julia Affonso A 7ª Vara Criminal do Distrito Federal determinou o prosseguimento da ação criminal contra o ex-governador José Roberto Arruda, ajuizada pelo Ministério Público estadual. Na ação, a Promotoria denuncia Arruda por “inserir declaração falsa em documento para alterar a verdade dos fatos”. Segundo a Promotoria, o ex-governador teria elaborado quatro declarações falsas para justificar o recebimento de montantes em dinheiro do delator do Mensalão do DEM, Durval Rodrigues Barbosa, protagonista de um esquema de compra de apoio ...

Ler post
terça-feira 21/10/14 18:08

Advogado de doleiro acusa ‘interesse eleitoral’ e ‘influência estranha’ na Lava Jato

Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Mateus Coutinho O advogado do doleiro Alberto Youssef, Antônio Figueiredo Basto, disse nesta terça-feira, 21, que vai acionar o Ministério Público Federal (MPF) para investigar “influência estranha" e “interesse eleitoral” no processo da Operação Lava Jato que trata dos supostos desvios de recursos e pagamento de propina a políticos e partidos envolvendo a Petrobrás. A reação de Basto, veterano criminalista estabelecido em Curitiba (PR), veio após o depoimento nesta segunda-feira, 20, de Leonardo Meirelles, “testa de ferro” ...

Ler post