1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

FAUSTO MACEDO é repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (fausto.macedo@estadao.com) Colaboração: Mateus Coutinho, repórter de Política do jornal "O Estado de S.Paulo" (mateus.coutinho@estadao.com), e Julia Affonso, repórter do jornal “O Estado de S.Paulo” (julia.affonso@estadao.com)
sábado 04/07/15 09:19

Parecer da OAB aponta ‘desrespeito ao sigilo profissional’ de advogados da Odebrecht

[caption id="attachment_19310" align="aligncenter" width="498"]Marcelo Odebrecht. Foto: Enrique Castro/Reuters Marcelo Odebrecht. Foto: Enrique Castro/Reuters[/caption] Por Julia Affonso e Mateus Coutinho Parecer do procurador nacional adjunto de Defesa das Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, Pedro Paulo Guerra de Medeiros, afirma que a interceptação de bilhete manuscrito do empresário Marcelo Bahia Odebrecht na carceragem da Polícia Federal em Curitiba (PR), na manhã de 22 de junho, caracteriza desrespeito ao sigilo profissional' ...

Ler post
sábado 04/07/15 05:00

Doleiro quer acesso a documentos da Lava Jato

[caption id="attachment_19381" align="aligncenter" width="472"]Registro de Freiburghaus na Interpol. Foto: Reprodução Nome de Freiburghaus foi retirado da lista vermelha da Interpol. Foto: Reprodução[/caption] Por Julia Affonso e Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, e Fausto Macedo A defesa do doleiro Bernardo Freiburghaus, apontado como operador de propinas e lavagem de dinheiro para a Odebrecht, pediu nesta sexta-feira, 3, acesso a documentos da Operação Lava Jato. Na mesma petição, a advogada Fernanda ...

Ler post
sexta-feira 03/07/15 22:59

Delator implica 15 partidos e diz que entregou dinheiro vivo para campanha de Lula

Novos documentos da delação premiada do empreiteiro da UTC Ricardo Pessoa revelados pelo Jornal Nacional, da TV Globo nesta sexta-feira,3, mostram que o delator admitiu ter feito repasses legais e ilegais para 15 partidos e que as doações eleitorais de sua empresa visavam "abrir portas" no Congresso e em todos os órgãos públicos. Dentre os repasses, segundo a reportagem, o delator admitiu ter se encontrado sete vezes com o ex-presidente Lula e ter entregue R$ 2,4 milhões em dinheiro vivo ...

Ler post
sexta-feira 03/07/15 13:52

Tribunal indefere pedido de habeas corpus preventivo para Dirceu

Ex-ministro José Dirceu terá que explicar dados de compra de imóveis para Lava Jato
Ex-ministro José Dirceu terá que explicar dados de compra de imóveis para Lava Jato

Ex-ministro José Dirceu terá que explicar dados de compra de imóveis para Lava Jato

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Fausto Macedo

O desembargador Nivaldo Brunoni, do Tribunal Regional Federal da 4ª região, mantém jurisdição inclusive em Curitiba (PR), base da Operação Lava Jato, indeferiu, nesta sexta-feira, 3, o pedido de habeas corpus preventivo para o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (governo Lula). Na quinta-feira, 2, Dirceu havia ingressado com o pedido.

VEJA A ÍNTEGRA DA DECISÃO DO TRF4

“No mérito, entendo que não merece trânsito o remédio constitucional. A defesa sustenta seu pedido principalmente em razão do conteúdo da delação premiada firmada por Milton Pascowitch. Isso, por si só, não é suficiente para demonstrar que o paciente (José Dirceu) possa ser segregado cautelarmente e que tal ato judicial representaria coação ilegal”, afirmou Brunoni.

LEIA A ÍNTEGRA DO HABEAS CORPUS PREVENTIVO DE JOSÉ DIRCEU

A medida, subscrita por seis criminalistas defensores do ex-ministro, buscava evitar que Dirceu fosse alvo de uma ordem de prisão no âmbito das investigações sobre esquema de propinas e corrupção na Petrobrás. A defesa do ex-ministro avaliou que ele estava “na iminência de sofrer constrangimento ilegal” – referindo-se a uma eventual ordem de prisão pela Justiça Federal no Paraná.

A Lava Jato suspeita que o ex-ministro tenha recebido propinas em forma de consultorias de sua empresa, a JD Assessoria. Também é alvo da investigação suposta lavagem de dinheiro por parte de Dirceu.

“As considerações tecidas pela defesa acerca dos pressupostos da prisão preventiva assumem natureza eminentemente teórica, sendo inviável antecipar eventuais fundamentos invocados pelo magistrado de origem para a decretação da segregação cautelar – se isso de fato ocorrer. Não se tem notícia, por exemplo, de promoção ministerial postulando a prisão preventiva do paciente”, apontou Brunoni. “Por fim, mas não menos importante, há que se destacar que sequer há pedido de liminar, o que desnatura, por óbvio, o próprio fundamento da impetração preventiva, que seria a iminência de o paciente sofrer constrangimento ilegal.”

Na última segunda-feira, 29, o lobista Milton Pascowitch firmou acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato e apontou supostos repasses de propinas para o ex-ministro. Brunoni destaca que no âmbito da Operação Lava Jato “há investigados presos preventivamente e outros foram soltos mediante a fixação de condições” pelo juiz federal Sérgio Moro.

“Além destes, muitos foram conduzidos para prestar depoimento, mas sequer chegaram a ser presos. Nessa linha, o fato de o paciente ser investigado e apontado no depoimento de Milton Pascowitch não resultará necessariamente na prisão processual”, afirmou.

O desembargador sustenta ainda que “as prisões determinadas no âmbito da ‘Lava Jato’ estão guarnecidas por outros elementos comprobatórios do que foi afirmado por terceiros”. Na decisão, dada um dia depois do pedido de habeas corpus preventivo, o desembargador destacou também a falta de “pedido de liminar” de Dirceu, no habeas corpus.

“O que desnatura, por óbvio, o próprio fundamento da impetração preventiva, que seria a iminência de o paciente sofrer constrangimento ilegal.”

Ler post
sexta-feira 03/07/15 13:39

Juiz da Lava Jato critica morosidade no combate ao colarinho branco

ABRAJ,CONGRESSO,SERGIO MORO

Por José Roberto Castro [caption id="attachment_20321" align="aligncenter" width="554"]ABRAJ,CONGRESSO,SERGIO MORO O juiz Sérgio Moro, durante o Congresso da Abraji em São Paulo[/caption] O juiz responsável pelas ações penais da operação Lava Jato, Sérgio Moro, fez nesta sexta-feira, 3, críticas à morosidade do poder Judiciário, principalmente em casos de crime de colarinho branco. Moro, que chefia uma vara especializada em combate à corrupção, minimizou sua participação no enfrentamento a crimes contra o patrimônio público e disse ...

Ler post
sexta-feira 03/07/15 08:53

Mônaco alertou que Zelada quis ocultar fortuna

relatorio monaco contas e transferencias zelada

Por Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba, Julia Affonso e Mateus Coutinho Dossiê do Principado de Mônaco informou a força-tarefa da Operação Lava Jato que o ex-diretor de Internacional da Petrobrás Jorge Luiz Zelada, preso nesta quinta-feira, 2, pela Operação Lava Jato, tentou deslocar sua fortuna de 10,8 milhões de euros - atualmente congelados - para uma subconta sediada em um banco naquele paraíso fiscal. [caption id="attachment_20312" align="aligncenter" width="323"]Jorge Zelada, preso pela Polícia ...</p>								<a href=Ler post

sexta-feira 03/07/15 04:00

Procuradoria acusa Marcus Elias por ‘prejuízos bilionários’ a investidores

Por Fausto Macedo e Julia Affonso O Ministério Público Federal denunciou à Justiça Federal em São Paulo os controladores da Laep Investments Ltda por crimes contra o mercado de capitais e sistema financeiro, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Segundo a Procuradoria da República, os administradores da Investments Ltda Marcus Alberto Elias, Flávio Silva de Guimarães Souto, Rodrigo Ferraz Pimenta da Cunha e Othiniel Rodrigues Lopes 'causaram ao mercado mobiliário e investidores prejuízos de mais de R$ 2,5 bilhões a ...

Ler post
sexta-feira 03/07/15 03:05

Juquiá pagará indenização por troca de bebês há 33 anos

Foto: Lonnie Bradley/Free Images

[caption id="attachment_17180" align="aligncenter" width="491"]Foto: Lonnie Bradley/Free Images Foto: Lonnie Bradley/Free Images[/caption] Por Hermínio Bernardo, especial para o Blog A prefeitura de Juquiá, interior de São Paulo, e a maternidade da cidade foram condenados a pagarem R$ 75 mil por danos morais à mãe que teve um bebê trocado no berçário da maternidade 33 anos atrás. A juíza Roberta de Moraes Prado, da 2ª Vara de Miracatu, decidiu também que um tratamento psiquiátrico será ...

Ler post
quinta-feira 02/07/15 19:52

PF já calcula em R$ 19 bi o prejuízo da Petrobrás

Por Julia Affonso, Fausto Macedo e Ricardo Brandt, enviado especial a Curitiba [caption id="attachment_14846" align="aligncenter" width="538"]Edifício da Petrobrás, no Rio. Foto: André Dusek/Estadão Edifício da Petrobrás, no Rio. Foto: André Dusek/Estadão[/caption] A Polícia Federal reuniu elementos para apontar que o prejuízo gerado para a Petrobrás pelo esquema de cartel, fraudes em licitações, desvios e corrupção alvos da Operação Lava Jato pode chegar a 20% do valor dos contratos. O ...

Ler post