Ata de audiência de custódia de Paulo Vieira de Souza

Leia a íntegra do termo da 5.ª Vara da Justiça Federal de São Paulo sobre a prisão do ex-diretor da Dersa, antigo aliado do PSDB, preso na sexta-feira,6, acusado por supostos desvios de R$ 7,7 milhões em imóveis e em dinheiro vivo da empresa, entre 2009 e 2011 (Governos José Serra, Claudio Lembo e Geraldo Alckmin)

Da Redação

09 Abril 2018 | 14h26

Foto: ROBSON FERNANDJES/AE

Antigo aliado do PSDB – do qual seria arrecadador de recursos para campanhas eleitorais do partido – o ex-diretor da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa), Paulo Vieira de Souza, passou pela audiência de custódia na 5.ª Vara da Justiça Federal de São Paulo na sexta-feira, 6. Ele foi preso por ordem da juíza Maria Isabel do Prado. Vieira de Souza está sob suspeita de envolvimento em um esquema de desvios de R$ 7,7 milhões – em imóveis e em dinheiro vivo – da Dersa, entre 2009 e 2011 (Governos José Serra, Claudio Lembo e Geraldo Alckmin, todos do PSDB)

Documento

Mais conteúdo sobre:

Paulo Vieira de SOuzaDERSA