As revelações do delator Renato Hasson Chebar

As revelações do delator Renato Hasson Chebar

Operador financeiro era responsável por enviar fortuna do ex-governador Sergio Cabral para o exterior

Fabio Serapião e Fausto Macedo

26 Janeiro 2017 | 09h42

O operador do mercado financeiro Renato Hasson Chebar, um dos delatores da Operação Eficiência – deflagrada nesta quinta, 26 -, revelou à Procuradoria da República e à Polícia Federal que se reunia de três a quatro vezes por ano com o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) ‘para prestar contas dos valores’ que, por ordem do peemedebista, remetia ao exterior clandestinamente.

Cabral é um dos alvos da Eficiência, ao lado do empresário Eike Batista, que está foragido.

“Que esses encontros eram feitos na residência de Sérgio Cabral na rua Aristides Espínola no bairro do Leblon no Rio de Janeiro”, disse Chebar. ” Que, com o aumento do ingresso do volume de recursos, precisou comprar dólares no mercado paralelo, pois as operações com os clientes do IDB/NY já não eram mais suficientes; Que transferiu os recursos para três ou quatro contas distintas com o encerramento do IDB/NY…”

Veja depoimento de Chebar:Cabral 1


Cabral 2Cabral 3Cabral 4Cabral 5

0 Comentários