As razões de Gilmar para soltar o operador do PSDB

As razões de Gilmar para soltar o operador do PSDB

Leia a decisão que põe nas ruas Paulo Vieira de Souza, ex-diretor da Dersa acusado de desvios de R$ 7,7 milhões e suspeito de ameaçar testemunhas

Amanda Pupo, Rafael Moraes Moura e Luiz Vassallo

11 Maio 2018 | 19h36

BRASÍLIA – O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, nesta sexta-feira (11), a prisão do ex-diretor do Departamento de Engenharia da Dersa, Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB, e preso desde o dia 6 de abril.

Documento