‘Ânsia de Moro de perseguir e punir Lula é uma coisa inconcebível’, diz Gleisi

‘Ânsia de Moro de perseguir e punir Lula é uma coisa inconcebível’, diz Gleisi

Presidente do PT afirma que juiz da Lava Jato comete ''violência sem precedente na nossa história' ao determinar prisão de Lula

Luiz Fernando Teixeira e Luiz Vassallo

05 Abril 2018 | 19h39

REUTERS/Leonardo Benassatto

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que a ‘ânsia do juiz Sérgio Moro de perseguir e punir o presidente Lula é uma coisa inconcebível’. Nesta quinta-feira, 5, às 17h50, o juiz mandou prender o ex-presidente, mas deu a ele a oportunidade de se entregar ‘voluntariamente’ à Polícia Federal em Curitiba, base da Operação Lava Jato.

“Hoje é um dos dias mais tristes para a democracia brasileira”, disse a senadora em um vídeo veiculado pelo partido. “O juiz Sergio Moro de Curitiba, sem esperar sequer o Supremo Tribunal Federal publicar a decisão de ontem, expediu o mandado de prisão do presidente Lula. Ele sequer deixou que esgotassem os recursos no Tribunal Regional Federal”, afirmou Gleisi.

+ Moro proíbe algemas em Lula

A presidente do PT declarou ainda que Moro está cometendo uma ‘violência sem precedente na nossa história’ e que o Brasil será exposto no cenário internacional por causa da decisão do magistrado.