A cidadezinha onde o empresário amigo de Temer é vizinho do compadre de Lula

A cidadezinha onde o empresário amigo de Temer é vizinho do compadre de Lula

Casa de Antônio Celso Grecco, dono da Rodrimar, onde foi preso, fica em Monte Alegre do Sul, estância no interior de São Paulo onde Roberto Teixeira também tem um sítio e passa finais de semana

Ricardo Brandt

30 Março 2018 | 05h55

Foto: Google

A aprazível Monte Alegre do Sul despertou nesta quarta-feira, 29, em ritmo atípico. Às 6h da manhã, carros da Polícia Federal adentraram na suntuosa propriedade do empresário Antônio Celso Grecco. Não demorou muito para que toda cidade soubesse o motivo: ‘o amigo do presidente Temer’ estava preso.

Suspeito de ser beneficiado em negócios no Porto de Santos, Grecco, dono da Rodrimar, foi detido por ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso, na Operação Skala.
O pedido de prisão foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e o tema foi a pauta do dia na praça central de Monte Alegre, o tribunal de cidades como a estância turística no interior de São Paulo, que tem 7,6 mil habitantes, mais os visitantes que têm casa ou se hospedam em busca das águas e montanhas boas para trilhas.

O empresário passaria o fim de semana de Páscoa em sua mansão em Monte Alegre. A casa é a propriedade mais conhecida dos moradores, por sua opulência e localização de destaque, na área central da cidade. O extenso muro de pedras, grades verdes e cerca-viva chama a atenção de quem chega a Monte Alegre, onde ocorre todo ano uma das tradicionais festas regionais do morango do interior paulista.

A casa de Grecco é badalada. Apesar de morar em Santos, no litoral paulista, é em Monte Alegre que ele costuma passar os fins de semana com a família e dá festas para amigos. A propriedade tem heliponto, pista de tênis, piscina, uma grande casa principal, salão de festas, instalações para visitas, área de lazer e muito verde, com árvores frondosas.
Compadre. Mas o empresário não é o único veranista ilustre com posses no verde das montanhas de Monte Alegre do Sul, que fica na região de Amparo.

Há tempos a cidadezinha perdeu o status de estância do sossego – ou, pelo menos desde que a Operação Lava Jato começou. O compadre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado Roberto Teixeira, também tem propriedade no local e passa seus fins de semana com a família ali.

É comum encontrar o advogado e defensor de Lula Cristiano Zanin Martins e sua mulher, Valeska Zanin Martins, também defensora do ex-presidente, fazendo trilha de bicicleta na cidade, segundo moradores.
Valeska é o nome do sítio dos Teixeira, que fica na estrada municipal que leva ao bairro dos Mostardas e está mais afastado do centro de Monte Alegre.

As casas de veraneio dos amigos dos presidente Temer e do ex-presidente Lula têm em comum um luxo: trechos privativos do Rio Camanducaia contando suas propriedades.

No caso do compadre de Lula, são cinco imóveis rurais que compõem os sítios Valeska e Ilh’arissa (de Larissa), nomes das filhas, que juntas formam um único sítio. A propriedade tem características semelhantes às do sítio de Atibaia (SP), que a Lava Jato diz ser de Lula e foi comprado em 2010: localizado em área de montanha, ampla área de lazer, com espaço para pesca, adega de vinhos, chalé de visitas.

Antes de deixar a Presidência, Lula visitava a propriedade de Teixeira com certa frequência, principalmente antes de assumir o governo, em 2003 – por isso, o imóvel chegou a ser conhecido no imaginário popular como o “sítio do Lula”. A propriedade é de Teixeira. Está registrada nos nomes das filhas e em seu nome e no da mulher. A Mito Participações, uma empresa de bens do compadres de Lula aberta em 1980, também já teve parte das áreas, mas desde 2006 a propriedade foi declarada como espaço de moradia da família.

Teixeira mora em São Paulo e passa os finais de semana com a família em Monte Alegre. As duas últimas visitas públicas de Lula ao local foram nos casamentos das filhas do compadre, Valeska e Larissa – na época em que ainda era presidente. Valeska é casada com o advogado Cristiano Zanin Martins. O ex-presidente foi padrinho do casal.

Foi em Monte Alegre também que o filho mais novo de Lula, Luís Claudio foi batizado por Teixeira e é da pequena cidade o topógrafo de confiança do compadre que foi levado para fazer a medição e a demarcação do terreno do Sítio Santa Bárbara, em Atibaia.

Mais conteúdo sobre:

Michel TemerAntonio Celso Grecco