Temer se tranquilizou após falar com Janot

Temer se tranquilizou após falar com Janot

.

Luiza Pollo

16 Dezembro 2016 | 05h00

Foto: Marcos Correa/PR

Foto: Marcos Correa/PR

Depois de uma semana de mal-estar, Michel Temer e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, quebraram o gelo e tiveram uma conversa ontem definida como “tranquilizadora” por interlocutores do presidente. Na segunda, Temer cobrou Janot para acelerar os depoimentos de executivos da Odebrecht, reclamando que vazamentos atrapalhavam a economia. No encontro, Temer saiu convencido de que Janot não trabalha pela desestabilização do País. Já o procurador disse compreender as razões que levaram Temer a reagir.

Rodrigo Janot, que antes negava categoricamente sua intenção de disputar a reeleição para a PGR, agora já não descarta a ideia. O mandato dele termina em setembro, mas a disputa já começou.

Siga a Coluna do Estadão:
Twitter: @colunadoestadao
Facebook: facebook.com/colunadoestadao

Mais conteúdo sobre:

Michel TemerRodrigo Janot