Temer indica ex-advogado para Comissão de Ética Pública

Temer indica ex-advogado para Comissão de Ética Pública

Naira Trindade

20 Março 2018 | 05h40

Paulo Henrique dos Santos Lucon

O presidente Michel Temer decidiu nomear um dos seus advogados na ação que pedia a cassação da chapa Dilma-Temer no TSE para a Comissão de Ética Pública. O nome de Paulo Henrique dos Santos Lucon foi publicado no Diário Oficial da União de hoje em substituição a Américo Lacombe, indicado por Dilma Rousseff.

Lucon afirma ter colaborado como “advogado consulente” na ação e nega ser amigo do presidente. “Eu o conheço, mas amigo é aquele que frequenta sua casa”, diz. Ele diz que assume a missão no colegiado como “uma responsabilidade grande que espero desempenhar bem”.

A equipe de Temer alega que Lucon não advogou para o presidente, “apenas teve procuração substabelecida para caso de impedimento de alguns dos advogados que, de fato, atuaram no TSE”. E que Lucon foi escolhido pelo “alto nível de formação acadêmica”. (Naira Trindade)