TCU pode pedir ao Supremo acesso à Operação Skala

TCU pode pedir ao Supremo acesso à Operação Skala

Coluna do Estadão

01 Abril 2018 | 05h30

A Operação Skala, que prendeu amigos do presidente Michel Temer, rachou a área técnica do TCU que analisa o Decreto dos Portos. Enquanto a Secretaria de Fiscalização de Infraestrutura Portuária quer se ater a analisar se a medida extrapolou a lei, a de Controle e Combate à Corrupção defende aprofundar as investigações para apurar o que motivou a edição do decreto, se houve pagamento de propina, por que foi editado nesses termos… Essa ala estuda pedir o compartilhamento das investigações tocadas pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso.

Vai além. Se ficar comprovado que o decreto foi editado por Temer mediante pagamento de propina para quem quer que seja, o ato será considerado nulo. Por essa razão, técnicos entendem que é necessário aprofundar as investigações.

Você decide. Quando a área técnica concluir seu trabalho, a decisão sobre qual caminho o TCU vai tomar será do plenário da corte. Na última semana, a PF pediu acesso ao relatório parcial do tribunal.

Rastros. Com o avanço do inquérito dos portos, ministros do TCU lembraram que Rodrigo Rocha Loures, ex-assessor de Temer flagrado com a mala de R$ 500 mil da JBS, era figura assídua na corte durante discussão dos efeitos da nova Lei dos Portos. Ele é alvo.

Tal pai, tal filho. Depois de o pai de Rodrigo Maia dizer que ele não deveria ser candidato à Presidência, agora é a vez de o filho afirmar que a candidatura de Cesar Maia ao governo do Rio não está garantida.

O preferido. Maia sinaliza que o DEM deve apoiar Eduardo Paes na disputa ao Palácio Guanabara, independentemente do partido ao qual o ex-prefeito se filiar.

Guerra de… A Operação Skala não mudou a disposição do MDB de preparar uma festança para filiar o ministro Henrique Meirelles ao partido, dia 3.

…versões. A ideia é usar o evento para mostrar que isso não abala a candidatura de Temer e tratar as prisões como “conduções coercitivas potencializadas” para atingi-lo.

Elo. Gilberto Carvalho, ex-ministro de Lula, esteve no Planalto na quarta, 28, para conversar com a chefe de gabinete do presidente Temer, Nara de Deus, de quem é amigo pessoal. Pediu para que ela levasse ao emedebista a preocupação dos petistas com o ataque à caravana de Lula.

Muy amigos. Senadores identificaram que o ministro Moreira Franco trabalha para emplacar Jorge Bastos, ex-ANTT, para o Ministério da Integração com a saída de Helder Barbalho. Jorge é afilhado de Renan Calheiros (MDB-AL).

CLICK. O senador Fernando Collor levou uma camisa da seleção brasileira ao ministro da Arábia Saudita, Nizar Al-Madani, que só reconheceu a assinatura de Neymar Jr.

Divulgação

Na nuvem. Depois de um princípio de incêndio no STF, a presidente Cármen Lúcia avisou que, “mesmo que o País sofra um terremoto e ninguém sobreviva”, os processos da Corte estarão seguros. Está tudo digitalizado.

Âncora. Vem do senador Romero Jucá a pressão para que a prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (MDB), sua ex-mulher, não dispute o governo de Roraima. Ela lidera as pesquisas.

Sinais Particulares. Tereza Surita, prefeita de Boa Vista; por Kleber Sales

A SEMANA

Quarta-feira, 4

Supremo volta a julgar habeas corpus do ex-presidente Lula

Ministros do STF vão retomar a análise do HC do petista para não ser preso até se esgotar a última apelação judicial.

Sábado, 7

Prazo final para ministros candidatos saírem do governo

A lei determina que quem quiser disputar as eleições de outubro precisa deixar o cargo até seis meses antes do pleito.

COM REPORTAGEM DE NAIRA TRINDADE, LEONEL ROCHA E ISADORA PERON. COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

Coluna do Estadão:
Twitter:
 @colunadoestadao
Facebook:
 facebook.com/colunadoestadao
Instagram:
 @colunadoestadão