Tarifas de trens de 5 capitais serão reajustadas à meia-noite desta sexta

Tarifas de trens de 5 capitais serão reajustadas à meia-noite desta sexta

Naira Trindade

10 Maio 2018 | 21h40

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O ministro Alexandre Baldy (Cidades) vai manter o reajuste nas tarifas da Companhia Brasileira de Trens Urbanos-CBTU, a partir de meia-noite desta sexta-feira, nas cidades de Belo Horizonte, Recife, Maceió, João Pessoa e Natal. Baldy argumenta que seria “fantasioso e irresponsável”, em uma “situação de arrocho em que a empresa passa”, segurar o aumento defasado há dez anos. O ministro diz ainda que tem batalhado para destinar a maior parte do orçamento do ministério para a construção de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida para a população de baixa.

Em razão do aumento, o vice-líder do PSDB, Betinho Gomes, já avisou que vai convocar o ministro a dar explicações na Comissão de Transportes da Câmara. Ele vai apresentar o pedido requerimento ao colegiado amanhã.

O presidente da comissão de Transportes da Câmara, Domingos Sávio (PSDB-MG), tentou negociar uma saída com Planalto e Planejamento. A ideia era aumentar em R$ 28 milhões o orçamento de custeio da empresa para cobrir custos operacionais e evitar o reajuste. Sávio também negociou  com a área econômica o remanejamento de R$ 93 milhões do orçamento da União para a CBTU. Em troca, a empresa poderia recompor as tarifas em cinco anos e não de uma só vez. O presidente da CBTU, José Marques, afirmou que reajuste poderia ter evitado se o governo encontrasse alternativa para a capitalizar a empresa. (Naira Trindade)